Menu

Daily Archives: Julho 2, 2019

Trio invade residência no bairro Cidade Nova e mata ex-presidiário

Três homens armados invadiram uma residência no bairro Cidade Nova na tarde desta terça-feira, 2, e assassinaram a tiros um ex-presidiário identificado como Ítalo Maiko Eloi dos Santos. De acordo...

AFINAL, QUE FUTURO ESTAMOS CONSTRUINDO COMO MULHERES?

Oito mulheres que admiramos nos ajudam a pensar que tipo de futuro estamos construindo

 

Cada mulher é única e cheia de experiências ricas que podem acrescentar – e muito – à vida e ao cotidiano de outras mulheres. Opiniões fortes e embasadas precisam cada vez mais serem compartilhadas entre nós para que, juntas, possamos construir um futuro mais inclusivo, tolerante e feminista para as próximas gerações que virão.

Para pensar a vida nesse arco de tempo, a revista TPM convidou oito mulheres que admiramos e que têm representatividade em suas áreas de atuação.: Domenica Dias, a poeta Alice Ruiz, a programadora Lauren Pachaly, a obstetriz Ana Cristina Duarte, a psicanalista Noemi Moritz Kon, a youtuber Nátaly Neri, a ativista Tabata Amaral de Pontes e a escritora e psicanalista Regina Navarro Lins.

Veja as opiniões delas perante diversos temas relevantes para as mulheres:

Aos 18 anos, a filha da advogada Eliane Dias e do rapper Mano Brown, Domenica Dias, mantém uma grife de street wear junto com o irmão, Jorge, e está cursando artes cênicas na Unesp. Sua vivência, rica em contrastes, lhe deu uma visão muito madura a respeito da complexidade do mundo e dos caminhos que precisamos percorrer até um ambiente mais igualitário. “As pessoas se matam pra conseguir uma coisa que você faz com facilidade porque é privilegiado, e não deveria ser assim.”

Alice Ruiz tem 72 anos, começou a escrever contos aos 9, versos aos 16, e publicou seu primeiro livro, Navalhanaliga, aos 34, em 1980. Mas, antes disso, desde os anos 70, escrevia sobre questões feministas, as quais abundam em sua obra – e aqui, em nossa conversa. “Se a gente se libertar, os homens também se libertam. Os homossexuais se libertam. O diferente se liberta.”

Lauren Pachaly, 37 anos, é programadora e gerente de marketing do Google no Brasil. Ela enxerga nos algoritmos o caminho para um futuro feminino e defende a importância de mais mulheres nos bastidores da tecnologia.“A gente precisa de mais engenheiras mulheres, engenheiros gays, engenheiros negros; de diversidade e inclusão”

Mãe de dois filhos, Ana Cristina Duarte, 52 anos, é obstetriz, educadora perinatal e palestrante sobre parto humanizado. Ela reflete e discute sobre como a gestação, o nascimento de bebês e o período posterior ao parto acontecem hoje no país. “Existe uma potência no gestar, no parir, no amamentar comparável à energia nuclear, porque ela se expande infinitamente.”

Noemi Moritz Kon, 57 anos, autora do livro Freud e seu duplo: reflexões entre psicanálise ?e arte, é psicanalista e doutora pela USP e investiga a relação da obra do fundador da psicanálise com ?as questões do feminino. “Freud fala que o aparelho psíquico do humano não é feito para a felicidade. No máximo, a gente diminui a infelicidade. A gente fica feliz, mas a felicidade não se perpetua no momento seguinte e não vai demorar para que estejamos atrás de alguma outra coisa”

Nátaly Neri, 23 anos, é estudante de ciências sociais e comanda o Afros e Afins. No canal do YouTube, que conta com mais de 350 mil seguidores, ela aborda temas que discute na universidade e nos espaços de militância negra e feminista, além de também falar de moda e beleza.” “Mas é fundamental para um futuro melhor contar com a galera que tenha estômago para apontar um dedo na cara, para falar alto, para botar o pé na porta. As duas coisas têm que coexistir.”

Tabata Amaral de Pontes, 24 anos, cresceu na periferia de São Paulo, representou o Brasil em cinco olimpíadas internacionais de ciências e se graduou na universidade Harvard (EUA). A paulistana é cofundadora do VOA!, projeto que prepara alunos de escolas públicas para olimpíadas científicas; do Acredito, movimento de renovação política; e do Mapa Educação, que luta por um ensino de qualidade para todos os brasileiros. “Cada vez que você olha para um morador de rua e não sente nada, um pedacinho seu vai embora.”

Regina Navarro Lins, 69 anos, é psicanalista e autora de 12 livros, entre os quais A cama na varanda. Uma das maiores referências brasileiras quando o assunto é relacionamento e sexualidade, faz palestras por todo o país, participa do programa Amor & sexo, da TV Globo, e do Em pauta, da Globonews.  “Não tenho dúvida de que a tendência é a bissexualidade. Acho que pode demorar 20, 30 anos, não dá pra precisar, mas, pelos sinais, é para lá que vamos.”

 

Fonte: https://vilamulher.com.br

Definição sobre reinclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência ficou para hoje

Hoje é o prazo final para reincluir ou não estados  e municípios na reforma da Previdência. Foi o  que afirmou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), durante reunião na semana passada com o relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), e governadores do Nordeste para definir o apoio ou não à reforma.

Essa definição sairá após nova reunião, nesta terça-feira, de Maia com o relator e governadores do Nordeste. Já após o encontro, Moreira deve apresentar uma complementação de voto na comissão especial da Câmara dos Deputados.

Segundo o presidente da Câmara, a expectativa é que o parecer seja votado na quarta-feira para que, na semana seguinte, comece a discussão no Plenário. Para ele, os governadores precisam se comprometer com a reforma para trazer os votos de deputados ligados a eles e aprovar o texto.

“Nós precisamos que os parlamentares próximos aos governadores compreendam a importância e colaborem com seus estados. O maior problema agora é organizar quantos votos e quem serão os atores para ajudar a reforma”, disse o presidente. Maia acredita que esse posicionamento a favor da reforma pode até agregar o voto dos indecisos.

O relator da reforma da Previdência está relutante em recolocar estados e municípios na proposta, conforme a encaminhada pelo governo Bolsonaro para o Congresso Nacional, mediante acordo com os líderes dos partidos. Eles defendem que os estados e municípios façam a sua reforma, evitando, assim, um desgaste político em suas bases, uma vez que muitos são pré-candidatos a prefeito em 2020 em seus municípios.

Além disso, servidores estaduais e municipais foram excluídos do relatório de Samuel pela resistência de governadores a declarar apoio à reforma da Previdência e a trabalhar para conquistar votos nas bancadas estaduais.

O governador Belivaldo Chagas (PSD), que é um dos chefes de estado que luta para reinclusão de estados e municípios na reforma, não participa hoje da reunião que será a última tentativa desse pleito. É que ficou acordado na última reunião de governadores que seria formada uma comissão com dois representantes de cada região para os últimos entendimentos dessa pauta com o presidente da Câmara e o relator da proposta de reforma.

Como existe pressão para os governadores conseguirem apoio das suas bancadas na reforma da Previdência, para inclusão dos estados, Belivaldo não teria problema algum em conseguir os votos dos aliados os deputados federais Fábio Reis (MDB), que é o coordenador da bancada; Fábio Mitidieri (PSD); e Laércio Oliveira (PP). Assim como dos adversários deputados Fábio Henrique (PDT) e Bosco Costa (PL), e da senadora Maria do Carmo Alves (DEM). É que nas visitas institucionais que fez aos gabinetes desses parlamentares, em Brasília, todos se colocaram à disposição do governador.

É muito provável que também votem a favor da reforma os deputados federais de oposição Gustinho Ribeiro (SD) e Valdevan Noventa (PSC), e o senador Alessandro Vieira (Cidadania), por virem votando com o governo Bolsonaro. Na reforma, o governador só não deve dispor do apoio dos aliados petistas, o deputado federal João Daniel e o senador Rogério Carvalho, pelo fato do PT ter fechado questão contra a reforma da Previdência.

A nenhum deles Belivaldo chegou a pedir apoio à reforma da Previdência. Vai aguardar a reinclusão ou não dos estados e municípios na proposta. Não quer queimar cartucho antes do tempo…

Fonte:  http://www.politicaemfoco.net.br

André Graça e Laércio Oliveira viabilizam recursos para Estância

Estância acaba de ser contemplada com emenda no valor de R$500 mil reais, proveniente do deputado Laércio Oliveira, em atendimento ao pleito do aliado e amigo vereador André Graça. De acordo com o gabinete do ilustre vereador, o recurso já está disponível na conta da Prefeitura e tem como escopo atender ao setor da saúde. Em maio deste ano, Laércio Oliveira atendeu ao colega André Graça com recursos na ordem de trezentos mil reais para obras de pavimentação da Colônia Estancinha. Um terceiro pedido também foi garantido, emenda na ordem de um milhão de reais para obras de pavimentação de ruas do Bairro Cidade Nova. Dessa forma, a intercessão de André Graça garante cerca de um milhão e oitocentos mil reais para Estância e medra a gestão do prefeito Gilson Andrade. Laércio Oliveira obteve o apoio político de André Graça e agora trabalham juntos pelo bem dos estancianos.

 

Fonte: Genilson Máximo – Blog ParabólicaNews

Programa Alma Feminina destaca dicas de como diminuir a tosse de forma caseira

O programa Alma Feminina vai ao ar de segunda a sexta das 9h às 10h pela MarAzul FM 104,9 e todos os dias trás dicas e informações importantes sobre o universo feminino, no programa dessa terça-feira, dia 02 de julho, o assunto foi como aliviar a tosse erguendo a cabeceira da cama e mais 4 medidas caseiras.

A tosse não é exatamente uma doença, mas sim um sintoma. Trata-se de um mecanismo de defesa das vias aéreas, que pode ser desencadeada como reação à agentes agressores ou irritantes, como o frio, poluição, fumaça de cigarro, entre outros.
De acordo com o pediatra Flávio Melo, infecções respiratórias virais, como resfriado e gripe, causam a tosse aguda e, nestes casos medidas simples e caseiras podem ser suficientes para combater o problema. Conheça algumas soluções indicadas pelo médico em seu perfil no Instagram:

Elevar a cabeceira da cama

Manter a cabeceira da cama mais alta colocando algo sob o colchão ajuda a aliviar a tosse persistente. A medida pode soar como um simples truque da vovó, mas tem base científica. Quando o tronco fica mais elevado que o resto do corpo, evita que a coriza e o muco nasal engolido ao longo do dia voltem para a garganta.

Instilação nasal de soro

O soro fisiológico é um produto bastante eficaz e seguro para desentupir o nariz, manter a mucosa hidratada e facilitar a expectoração. Basta aplicar gotinhas de soro nas narinas. É possível ainda contar com uma solução salina que pode ser inalada ou pingada no nariz. Para fazer, misture 1 colher de chá de sal para cada litro de água.

Nebulização

Nebulização com água quente hidrata a mucosa da garganta e ajuda a eliminar o catarro. Basta colocar cerca de 2 litros de água fervente em uma bacia, posicionar uma toalha sobre a cabeça e tapando a bacia, respirando o vapor aquecido.
Hidratação

A água, segundo o pediatra, é o melhor expectorante. Ingerir cerca de 2 litros de água ao longo do dia hidrata as secreções, facilitando a eliminação do muco, e garante alívio da sensação de pigarro preso na garganta.
Xarope caseiro ou colherinha de mel

O médico indica ainda o preparo de um xarope contra tosse com cebola, beterraba e cenoura, ingredientes que possuem componentes antixoxidantes e anti-inflamatórios, que ajudam a diminuir a tosse. Vale ainda apostar na boa e velha colherinha de mel, pois o alimento reduz a duração da tosse.

É importante ressaltar que as opções são mais indicadas em casos de infecções virais, mais simples de serem tratadas. Quando a tosse se torna prolongada, com mais que duas semanas de duração, e é acompanhada de febre alta e outros sintomas, é possível considerar complicações que exigem acompanhamento médico.

Fonte: Site Bolsa de Mulher

Seminário vai debater ações de prevenção a incêndios

O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe e o Sebrae promovem nesta quarta-feira, 3, às 8h, no Hotel Real Classic, o Seminário de Segurança contra Incêndio. O evento busca disseminar...

Desembargador mantém Valmir solto, mas afastado da Prefeitura

O desembargador Edson Ulisses de Melo, membro da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Sergipe, negou o novo pedido de prisão formalizado pelo Ministério Público de Sergipe (MPE), contra...

Sexta morte por dengue grave é confirmada pela Secretaria de Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou nesta segunda-feira, 1º, que o menino de cinco anosque havia dado entrada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) na última quinta-feira, 26,...