Menu

Confiança será julgado no STJD por suposta escalação irregular de Apodi contra o Treze

Clube foi denunciado no Art. 214 do CBJD. Lateral foi expulso em jogo de despedida do Gurupi-TO pela Série D de 2017. Diretoria azulina diz ter provas de condição regular do atleta

O Confiança será julgado nesta quarta-feita, às 14h30, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O clube foi denunciado no Art. 214 do CBJD, que penaliza equipes por incluir ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta que não tenha condição legal de participar de partida. Os proletários estão sendo acusados de ter escalado o lateral Adriano Apodi de forma irregular na partida contra o Treze de Campina Grande, realizada no último dia 22 de fevereiro, pela Copa do Nordeste. O Dragão venceu a partida por 2 a 1.

Apodi foi expulso no jogo de despedida do Gurupi-TO pela Série D em 2017, contra o Atlético do Acre. Na súmula, o árbitro relatou que foi xingado pelo jogador após lhe dar o cartão vermelho. O caso foi a julgamento e Apodi levou um jogo de suspensão. Desde então não havia disputado competições nacionais.

– Seu filho da p…, ladrão, você recebeu dinheiro do Atlético para roubar a gente, safado… – teria dito, conforme descrito na súmula.

Consultada pela redação do Globo Esporte, a diretoria do Confiança disse estar tranquila em relação ao caso e que tem provas suficientes de que o atleta tinha condição normal de jogo. O time é o terceiro colocado do grupo A e na próxima rodada enfrenta o próprio Treze, desta vez, em Campina Grande.

Caso seja condenado, o clube está sujeito a perda do dobro do número de pontos previstos no regulamento da competição para o caso de vitória e multa de R$ 1.000,00 (mil reais) a R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Por Felipe de Pádua e Thiago Barbosa, Aracaju / (Foto: Felipe Martins/ADC)

Related Posts

LEAVE A COMMENT

Theme Settings