Menu

Série D: Sergipe e ASA ficam no 0 a 0 no Batistão

Times não balançaram as redes em estreia

O Sergipe nem fez nem tomou gols na sua estreia pelo Brasileiro da Série D. Na tarde deste sábado, 21, pela primeira rodada da competição, o alvirrubro amargou um 0 a 0 com o ASA de Arapiraca em pleno estádio Lourival Baptista.

Com o resultado, Sergipe e ASA somam um ponto na competição – e aguardam o confronto entre Jacuipense  e Central, os outros times da chave, neste domingo, 22. Na próxima rodada, no domingo, 29, o Sergipe irá visitar o Central-PE no estádio Lacerdão.

O jogo

O clima de ressaca parecia afetar ambas as equipes. Campeão sergipano na semana passada, o Sergipe ainda estava lento, cauteloso demais e ainda esbarrava na marcação que o ASA fazia pelo meio. O ASA, por sua vez, não conseguia chegar ao gol de Jean. Aos 5 minutos, o alvirrubro Natan até arriscou de longe, mas a bola subiu demais. O ASA só respondeu aos 16, quando Juliano arriscou de fora da área e a bola ainda desviou na zaga antes de sair. Só aos 34 a torcida alvirrubra sentiu o coração bater mais forte: após cobrança de falta de Diego Paulista, Dida teve de se esticar bem para espalmar por cima.

No intervalo, alguns integrantes das torcidas de Sergipe e ASA ultrapassaram o isolamento e começaram a se agredir com socos, pontapés e até com a própria grade de isolamento. A confusão durou alguns minutos e os baderneiros se dispersaram pouco antes da chegada da polícia.

No segundo tempo, Brendon demonstrou logo aos cinco minutos aquilo que faria por toda a etapa: um chute de longa distância para testar o goleiro Dida. No primeiro, a bola saiu por cima. Aos 10, o alvinegro Rômulo, ex-Confiança, tentou concluir de voleio, mas mandou a bola por cima do gol. Aos 19, Brendon tentou mais uma vez de fora da área – e mandou de novo por cima. Aos 29, o camisa 5 mandou outro petardo de longe – e a bola passou ainda mais próxima da trave, mas foi pra fora. E no principal lance da etapa, aos 37, Rhuan mandou de longe e obrigou Dida a bater roupa – ma na sobra o atacante Nino Guerreiro, mal posicionado, não conseguiu concluir. E nada alterou o placar até o apito final.

FICHA TÉCNICA
Sergipe 0 x 0 ASA-AL

SERGIPE
Jean, Rhuan, Claudio Baiano, Brendon, Marinho, Diego Paulista (Augusto Potiguar), Ramalho, Nino Guerreiro, Natan (Obina), Lulinha (Fabinho Cambalhota)

ASA
Dida, Chiquinho, Williames, Lucas Bahia, Cal, Lucas Piauí, Juliano, Misso (Coutinho), Rômulo, André Beleza, Nona (Jean Carlos)

Cartões amarelos: Williames, Carlos Alexandre
Renda: R$ 21.995,00
Público total: 1494

Por Igor Matheus(Fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Related Posts

LEAVE A COMMENT

Theme Settings