Menu

Governo suspende processo seletivo que ofertava mais de 1900 vagas para a saúde

Segundo a SES, mais de 15 mil inscrições já haviam sido confirmadas.

O Processo Seletivo Simplificado (PSS) para a contratação de mais de 1900 profissionais da saúde, que estava sendo realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi suspenso. A informação foi confirmada pelo secretário de comunicação do governo, Sales Neto.

De acordo com o secretário de comunicação, o governo do estado está levantado todos os números referente aos impactos financeiros do PSS, principalmente, em relação aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina os percentuais máximos de gastos com pessoal em relação à receita corrente líquida. Além disso, será averiguado se todos os procedimentos formais exigidos por lei foram realizados para garantir a segurança jurídica necessária ao processo.

O edital foi lançado inicialmente com 500 vagas e posteriormente teve o número de vagas aumentado para 1985 profissionais. Segundo o diretor Operacional da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS), Marcos Chou, o processo foi designado para que todas as unidades da Rede Estadual de Saúde tivessem cobertura adequada. Além disso, a lei ainda permitia chamar até 2500 pessoas.

Segundo a SES, mais de 15 mil inscrições já haviam sido confirmadas. O governo, através da Procuradoria Geral do Estado (PGE), está analisando como vai ser realizado o ressarcimento do valor pago pela inscrição e deve se pronunciar na segunda-feira (30).

*Com informações da SES

Related Posts

LEAVE A COMMENT

Theme Settings