Menu

Suspensão do serviço de biometria é criticada por Georgeo Passos

O deputado estadual Georgeo Passos (PPS) utilizou a tribuna na Casa Legislativa de Sergipe  na manhã de hoje, 10, para denunciar que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SE), está devendo pagamento a uma empresa que fornece o serviço de Biometria em Sergipe. De acordo com o deputado, os serviços estão suspensos, prejudicando toda à população que necessita da Carteira de Habilitação (CNH).

“É inadmissível que o Detran arrecade o montante de 100 milhões de reais  e esteja com diversas contas atrasadas, chegando a dever cerca de 4 milhões. Esse não é o único contrato em atraso. O Detran é  um órgão que tem superávit desse porte e não tem sequer dinheiro para pagar aos seus fornecedores”, disse o parlamentar, enfatizando ainda que “Estado tem fama de mal pagador, não paga os servidores em dia e nem a seus fornecedores”, reclamou.

CPI Pedofilia

O deputado Georgeo  também fez uma reclamação acerca da  falta da leitura do requerimento da CPI da Pedofilia –  uma propositura do deputado Doutor Samuel (PPS). Solicitação da leitura do requerimento foi cobrada ainda pelos deputados Rodrigo Valadares (PTB), Kitty Lima (PPS), Iran Barbosa (PT) e Garibalde Mendonça (MDB).  O deputado Zezinho Guimarães (MDB), também em aparte aos comentários dos colegas, convidou  os pares a  ir à presidência da casa para buscar maior rapidez na leitura do requerimento. No total, 17 deputados assinaram o documento aprovando a instalação da CPI da pedofila na Alese.

Parabenizou

O deputado concluiu a exposição na tribuna parabenizando o posicionamento do conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, Clóvis Barbosa. Ressaltou que o conselheiro hoje é o responsável pela área da secretaria do estado da Fazenda, e está iniciando fiscalização sobre a política de incentivos fiscais de Sergipe.

“Nós temos uma legislação que faz com que empresas venham para Sergipe, e com isso se abre mão de parte do ICMS, que é ação importante para a geração de renda e economia do estado. Está de parabéns o conselheiro”, declarou.

O deputado disse que é importante saber se as concessões que o Estado faz  através das renúncias tem algum retorno,  e que o conselheiro Clóvis começou  a pedir informações dos últimos cinco anos para  verificar se o que  o artigo 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) está sendo cumprido.

Por Stephanie Macêdo – Rede Alese

Author

Wash

Wash

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, texercittion ullamco laboris nisi ut aliquip

Related Posts

LEAVE A COMMENT

Make sure you enter the(*) required information where indicated. HTML code is not allowed

Theme Settings