Menu

Lixão de Estância é interditado pela Adema

A Administração Municipal do Meio Ambiente (Adema) interditou o lixão localizado no município de Estância, sul sergipano. Com esta interdição, o órgão ambiental contabiliza três lixões interditados em menos de 48h.

Já que na última quarta-feira, 6, os lixões dos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo também haviam sido alvos de interdição por também não obedecerem às políticas nacionais do meio ambiente e de resíduos sólidos.

Segundo o diretor-presidente da Adema, Gilvan Dias, o objetivo é desativar todos os lixões que há no estado. “Para se ter uma ideia, nós temos atualmente em Sergipe 50 lixões. A meta é acabar com todos eles”, informa. Ainda segundo Dias, a presença desses lixões não condiz com as políticas públicas de preservação ambiental. “Há uma lei em curso que proíbe a existência desses lixões. Precisamos avançar no tocante às normas ambientais”, ressalta.

Gilvan também destaca que as soluções serão desenhadas juntamente com os gestores públicos. “Queremos que os consórcios possam atender a grande maioria desses municípios. É preciso também investir em aterros sanitários, enfim, são questões que requerem muito diálogo”, avalia.

Portal Infonet entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Estância. A secretária municipal Laysa Sobral, de Comunicação Social, informou que participará de uma reunião neste sábado, 8, com representantes da Adema, para dialogarem sobre uma possível assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) a fim de reverter a interdição.

Outros municípios interditados

Nesta última quarta-feira, 6, os lixões dos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo foram interditados por não obedecerem às políticas nacionais do meio ambiente e de resíduos sólidos. A ação faz parte de uma programação do Governo do Estado, por meio da Adema, que visa atender a legislação 12305/10 de erradicar os lixões.

A equipe de jornalismo tentou contato com a administração dos municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, mas não obteve êxito. A redação continua à disposição pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br ou (79) 2106-8000.

Fiscalização em Nossa Senhora da Glória

Na manhã da quinta-feira, 7, agentes da Adema também estiveram em Nossa Senhora da Glória, sertão sergipano, para um trabalho de fiscalização. Segundo o presidente da Adema, o lixão do município não foi interditado pois há um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) em vigor. “Lá, nós fomos apenas fiscalizá-lo, mas não pudemos interditá-lo em virtude do TAC. No entanto, vamos debater soluções para desativá-lo”, afirma Dias.

Portal Infonet entrou em contato com a Prefeitura Municipal de Nossa Senhora da Glória que informou aguardar uma solução sobre o assunto após reunião marcada para ocorrer ainda neste mês. A Prefeitura informou também que na reunião em questão estarão presentes os Ministérios Públicos Estadual e Federal, juntamente com o Consórcio do Baixo São Francisco e prefeituras.

por João Paulo Schneider  e Cassia Santana – infonet

Related Posts

LEAVE A COMMENT