Menu

Entretenimento

Fotos Incríveis de Josy Alves registra belo fim de tarde em Estância

A repórter-fotográfica Josy Alves registrou imagens incríveis do fim de tarde e inicio da noite da última sexta-feira (27) do fundo do quintal de sua casa em Estância. Grande profissional da arte de fotografar, Josy Alves, formada em fotojornalismo e é como uma boa policial que não larga o dedo do gatilho.


Josy está sempre atenta aos flagrantes da vida real com seu dedo no obturador para não perder nenhum momento.

Como todos bons fotógrafos revelam que a melhor hora do dia, fotograficamente falando, é a última hora de luz do sol e a primeira hora do anoitecer, principalmente quando o assunto é paisagismo.

Para Washington Reis – Repórter Cinematográfico as imagens do céu parcialmente nublado, trás cores diversas com tom dourado e cinza e propõe uma das melhores luzes e tarde no Sul sergipano. “As gloriosas e diferentes nuvens logo após o pôr-do-sol, o brilho pálido de um céu de outono, imagens de tons diferentes, de um céu parcialmente carregado de nuvens escuras, em meio ao paisagismo de coqueirais, uma sequencia de fotos que revela as mudanças rápidas de um tempo louco”. Traduziu Reis.

Final de tarde 27/03/20

Quintal de casa

Imagens protegidas por lei dos direitos autorais

JOSY ALVES

@clicajosy

Por: Washington Reis / SERGIPE REPÓRTER (Fotos: Josy Alves)

Câmara de Aracaju desemprega 20 jornalistas

A Câmara Municipal de Aracaju desempregou de uma só vez 20 jornalistas e radialistas após suspender parte da chamada Verba Indenizatória (VAEP).


Em protesto contra o desemprego em massa dos comunicadores, a Comissão de Luta em Defesa da Imprensa, divulgou uma nota onde afirma que “infelizmente, em um ato autoritário o presidente Nitinho Vitale, demite mais de 20 colegas”.

Segundo a nota, o presidente alega que não havendo sessão, não há porque manter os técnicos das áreas de imprensa e jurídica. “Uma incoerência, além de desumano, porque todos os assessores têm redigido matérias que estão publicadas nos veículos, inclusive no site da Câmara Municipal de Aracaju. As redes sociais dos vereadores estão sendo atualizadas, além dos acompanhamentos dos vereadores que os profissionais têm feito.

Explica, mas não justifica

A nota prossegue afirmando que “se essa é a ‘justificativa’, de não haver sessões e a ordem geral é ‘Ficar em Casa’, as perguntas ao presidente Nitinho: por que ele manteve o gasto da VAEP para os carros alugados? Por que ele manteve o consumo de combustível? Por que manteve o aluguel dos escritórios?”, indaga.

“Por essa mesma verba, Nitinho tirou o alimento do trabalhador e preferiu pagar o aluguel de carros dos vereadores, o combustível e o aluguel do escritório, e retirou os salários dos trabalhadores da imprensa. Por que? A ordem não é “Ficar em Casa”? Então, para que serão necessários esses bens considerados de luxo em função do prato de comida de trabalhadores? E ainda mais em um momento de crise como esse”, atesta a nota da Comissão.

A Comissão de Luta em Defesa da Imprensa prossegue informando que “assim como o Sindicato dos Jornalistas foi comunicado, na quinta, e até o momento não emitiu nenhuma nota, a Ordem dos Advogados do Brasil na Secção Sergipe e o Ministério Público (MP/SE) também já foram comunicados e disseram que estarão em defesa dos trabalhadores”.

O site Destaquenotícias solicitou uma posição à Câmara Municipal de Aracaju, mas até o fechamento de matéria não tinha recebido qualquer resposta.

Artistas sergipanos realizam festival virtual através de rede social

Para movimentar a cena musical de Sergipe, durante o período de isolamento social provocado pelo avanço do novo coronavírus (COVID-19), artistas do estado se reuniram e criaram o ‘Festival Live Suas Mãos’ marcado para acontecer através de uma rede social de sexta-feira (27) até domingo (29).

De acordo com a organização, a ideia é aproximar as pessoas e fortalecer a rede de apoio entre os próprios artistas. Além de possibilitar momentos de lazer aos que estão em quarentena.

A organização explicou que o festival acontecerá neste final de semana, através da rede social do evento, em que cada artista fará uma live (transmissão ao vivo) no horário marcado.

Com o cancelamento de festivais e eventos por causa das medidas preventivas da disseminação do novo coronavírus (Covid-19), vários artistas têm organizados festivais virtuais, com transmissão de shows pelas redes sociais.

Por G1 SE

Estância está entre os municípios que cancelaram os festejos juninos por conta do COVID-19

Prefeitos de 31 municípios sergipanos anunciaram na tarde desta quarta-feira, 25, o cancelamento dos festejos juninos, festas de padroeiro e outras festas tradicionais.


Por meio de nota pública divulgada pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES), os gestores anunciaram que a medida visa concentrar recursos para o combate a pandemia de coronavírus.

A decisão foi anunciada durante uma reunião on-line coordenada pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES) com a participação de todos os prefeitos e do governador Belivaldo Chagas, que apoiou e elogiou a iniciativa dos gestores. “O Estado também não fará nada festivo até o dia 30 de maio”, disse.

NOTA FESTEJOS JUNINOS

Os prefeitos explicaram que apesar do anúncio de compensação do FPM feito pelo Governo Federal, os municípios sofrerão com penalizações nos repasses das demais transferências constitucionais que compõem parcela significativa da fonte de receita municipal.

Ainda de acordo com os gestores, diante desta realidade de diminuição de arrecadação, os municípios deverão cumprir as obrigações constitucionais de ente federativo e, ainda, prover os munícipes de investimentos na saúde e para apoio aos pacientes acometidos pelo vírus, assim como amparo às famílias carentes.

“Diante das dificuldades que o nosso País está vivendo, sabemos que é impossível pensar em medidas de enfrentamento com realização de festas. Todos nós, gestores, fomos pegos de surpresa por esta pandemia, mas o principal de tudo é estarmos juntos para que esta crise seja superada da melhor forma possível”, ressaltou o presidente da FAMES, Christiano Cavalcante.

A prefeita de Capela, Silvany Mamlak, cujo município realiza o São Pedro mais tradicional de Sergipe, destacou que o momento é de união e responsabilidade. “Precisamos ser responsáveis com os recursos públicos e com a nossa população. Festa, vamos comemorar a partir do momento em que vencermos esta pandemia. O importante agora é cumprir o nosso papel de cuidar das pessoas”, justificou.

Confira os (as) prefeitos que assinaram a nota pública:

CHRISTIANO ROGÉRIO REGO CAVALCANTE

Presidente da FAMES e prefeito de Ilha das Flores

ALAN ANDRELINO NUNES SANTOS

Prefeito de Areia Branca

FERNANDO RIBEIRO FRANCO NETO

Prefeito de Muribeca

ANDERSON MENEZES

Prefeito de Frei Paulo

GILSON ANDRADE DE OLIVEIRA

Prefeito de Estância

OTAVIO SILVEIRA SOBRAL

Prefeito de Itaporanga D’ajuda

VALMIR DOS SANTOS COSTA

Prefeito de Itabaiana

SILVANY YANINA MAMLAK

Prefeita de Capela

ELAYNE OLIVEIRA DE ARAÚJO

Prefeita de Malhador

MARCELL MOADE RIBEIRO SOUZA

Prefeito de Campo do Brito

ADINALDO DO NASCIMENTO SANTOS

Prefeito de Indiaroba

EVERALDO IGGOR SANTANA DE OLIVEIRA

Prefeito de Poço Verde

POSTS RELACIONADOS

Covid-19: SE registra transmissão comunitária e 16 casos…

MPE oficiará Emsurb para fiscalização das feiras privadas na…

Governo de Sergipe vai dar auxílio de R$100 a pessoas de baixa…

SÝLVIO MAURICIO MENDONÇA CARDOSO

Prefeito de Divina Pastora

ELIO JOSÉ LIMA MARTINS

Prefeito de Pirambu

FLAVIO FREIRE DIAS

Prefeito de Telha

ALEXANDRE DA SILVA MARTINS

Prefeito de Pacatuba

JOÃO JOSÉ DE CARVALHO NETO

Prefeito de Pedra Mole

FÁBIO SILVA ANDRADE

Prefeito de Nossa Senhora de Lourdes

LUIZ ROBERTO AZEVEDO SANTOS JUNIOR

Prefeito de Santa Rosa de Lima

FRANCISCO CARLOS NOGUEIRA NASCIMENTO

Prefeito de Nossa Senhora da Glória

EVERTON DOS SANTOS LIMA

Prefeito de São Miguel do Aleixo

DUÍLIO SIQUEIRA RIBEIRO

Prefeito de Salgado

JEFFERSON SANTOS DE SANTANA

Prefeito de Maruim

ADEMILSON CHAGAS JUNIOR

Prefeito de Poço Redondo

LARA ADRIANA VEIGA BARRETO FERREIRA

Prefeita de Japaratuba

EDNALDO VIEIRA BARROS

Prefeito de Canindé de São Francisco

ANTONIO PASSOS SOBRINHO

Prefeito de Ribeirópolis

MANOEL OLIVEIRA SILVA

Prefeito de Itabi

NEUDO ALVES

Prefeito de Cedro de São João

CLYSMER FERREIRA BASTOS

Prefeito de Brejo Grande

JOSE ROSA DE OLIVEIRA

Prefeito de Siriri

GENIVALDO DOS ANJOS COSTA SANTOS

Prefeito de Santo Amaro das Brotas

Com informações da Fames / (Foto: SERGIPE REPÓRTER)

Prefeitos do interior cancelam de festejos juninos e festas tradicionais

O avanço da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), em Sergipe, provocou a suspensão de festas juninas, tradicionais ou de qualquer outro tipo de comemoração em 32 municípios do interior.

A informação foi passada através de nota, na tarde desta quarta-feira (25), enviada pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (FAMES), após reunião on-line com os prefeitos e o governador Belivaldo Chagas, que também informou que o estado não fará festas até o dia 30 de maio.

Os prefeitos alegam que, mesmo com o anúncio de compensação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) feita pelo Governo Federal, os municípios sofrerão penalidades nos repasses das demais transferências constitucionais que compõem parcela significativa da fonte de receita municipal.

“Diante das dificuldades que o nosso País está vivendo, sabemos que é impossível pensar em medidas de enfrentamento com realização de festas. Todos nós, gestores, fomos pegos de surpresa por esta pandemia, mas o principal de tudo é estarmos juntos para que esta crise seja superada da melhor forma possível”, pontuou o presidente da FAMES, Christiano Cavalcante.

A nota foi assinada pelos prefeitos de Ilha das Flores, Areia Branca, Muribeca, Frei Paulo, Estância, Itaporanga D’ajuda, Itabaiana, Capela, Malhador, Campo do Brito, Indiaroba, Poço Verde, Divina Pastora, Pirambu, Telha, Pacatuba, Pedra Mole, Nossa Senhora de Lourdes, Santa Rosa de Lima, Nossa Senhora da Glória, São Miguel do Aleixo, Salgado, Maruim, Poço Redondo, Japaratuba, Canindé de São Francisco, Ribeirópolis, Itabi, Cedro de São João , Brejo Grande, Siriri e Santo Amaro das Brotas.

Fonte: G1 SERGIPE / Foto: Washington Reis

 

Coronavírus e pandemia: 6 produções da Netflix para entender os surtos no mundo

O aumento dos casos do novo coronavírus, também conhecido pela sigla COVID-19, colocou o mundo em estado de alerta. Até o momento, mais de 120 mil pessoas foram atingidas em todos os continentes.


A gravidade fez com que muitas pessoas procurassem se aprofundar mais no assunto e a Netflix pode ser uma ótima ferramenta para quem deseja entender mais sobre epidemias ou pandemias.

É válido lembrar que epidemia é quando o contágio de determinada doença aumenta em uma única região isolada, enquanto a pandemia acontece no momento em que uma epidemia se espalha em escala global.

Listamos 6 produções, disponíveis na gigante do streaming, que podem te fazer entender melhor o que está acontecendo atualmente, seja a forma como o vírus é transmitido, o combate, a vida em sociedade e o funcionamento de uma quarentena.

Filmes e séries sobre pandemia na Netflix

“93 Dias”

Netflix© Netflix Netflix

Baseado em fatos reais, “93 Dias” mostra a saga de profissionais de saúde que lutam para conter um surto de Ebola quando um paciente chega a Lagos, na Nigéria, com sintomas do vírus mortal, que é descoberto pela equipe. De repente, eles precisam correr contra o tempo para conter a doença que se espalha rapidamente e de forma fatal em uma cidade com a população de mais de 20 milhões de pessoas e ameaça explodir no mundo.

“Epidemia”

Netflix© Netflix Netflix

“Epidemia” gira em torno das investigações de Sam Daniels (Dustin Hoffman), coronel-médico do exército americano, sobre uma doença contagiosa, que mata em pouquíssimo tempo e dizimou um acampamento militar na África. O caso fica ainda mais grave quando a população de uma pequena cidade californiana começa a apresentar os mesmos sintomas e o contágio se desencadeia rapidamente, fazendo com que sejam colocados sob quarentena.

“Explicando: A Próxima Pandemia”

Netflix© Netflix Netflix

“Explicando” é uma série original da Netflix que se propõe a debater e entregar conhecimentos sobre temas atuais. A 2ª temporada da produção fez um episódio especial sobre pandemias, chamado “A Próxima Pandemia”, que já previa o início de um desastre global em 2019, mostrando evidências e trazendo opiniões de especialistas sobre o assunto.

“Flu”

© CJ Entertainment© CJ Entertainment © CJ Entertainment

Com muitas semelhanças com a história do coronavírus, “Flu” gira em torno de uma epidemia em um subúrbio sul-coreano, causada por um vírus desconhecido, que não recebe muita importância de início, mas acaba matando muitas pessoas e se espalhando por centenas de moradores da região rapidamente. Diante do caos, o governo pede o isolamento da área e especialistas lutam para produzir uma vacina.

“Pandemia”

Netflix© Netflix Netflix

Mais uma produção original da Netflix, “Pandemia” é uma série documental que explora o impacto de uma pandemia e como combater surtos virais. De acordo com a gigante do streaming, o objetivo é mostrar os “heróis que estão na linha e frente do combate ao vírus da gripe e o que eles estão fazendo para evitar a próxima epidemia global”.

“Viral”

GSC Movies© GSC Movies GSC Movies

“Viral” acompanha a trajetória de duas irmãs, que levam uma vida normal até que um vírus começa a se espalhar absurdamente pela região, colocando a cidade em quarentena. Os pais acabam ficando presos do outro lado da barreira e, por causa do isolamento da área, não conseguem retornar. A situação fica caótica quando o vírus começa a atingir pessoas próximas e as duas precisam agir para evitar o contágio.

FONTE: MSN BRASIL

Margi Education firma parceria com prefeitura de Indiaroba para levar aulas e robótica para crianças da rede pública de ensino

Durante aula inaugural realizada na manhã do último sábado,14, no Centro Cultural do município de Indiaroba, a Margi Educatiom, escola de inteligência emocional que trabalha as potencialidades de crianças, jovens, adolescentes e adultos no município de Estância, deu o pontapé inicial de um projeto que visa democratizar o acesso dos alunos das redes públicas de ensino dos municípios da região a ferramentas tecnológicas, a exemplo de drones, robótica e também a inteligência emocional.


 

“Esse projeto é de suma importância porque possibilita que jovens que provavelmente não teriam acesso à tecnologia de ponta, não teriam acesso a essa metodologia de inteligência emocional, possam estar em igualdade com crianças de grandes centros que possuem uma facilidade maior para ter acesso a espaços dessa natureza e utilizar destas ferramentas”, disse Reginaldo Lima, diretor da Margi.

O vice-prefeito de Indiaroba, Marcos Sertanejo, parabenizou o secretário de educação pela iniciativa junto ao prefeito Adinaldo em possibilitar que inicialmente 60 jovens da rede pública indiarobense possa ter este contato com as novas tecnologias. Marcos enfatizou a importância do projeto e destacou que embora pequena, a Indiaroba pensa grande e não vai medir esforços para estender o projeto e beneficiar mais alunos da rede.

“De uma importância gigantesca esta parceria com a escola de inteligência emocional e tecnologia porque o nosso aluno, que é aluno de escola pública em uma cidade extremamente pequena e carente, vai passar a ficar antenado com essas ferramentas que possibilitarão a eles um futuro brilhante”, destacou.

Anthony Fábio Torres Santana, coordenador pedagógico do município de Indiaroba, destacou que os alunos da rede pública de Indiaroba estão tendo contato com ferramentas que muitos alunos de escolas particulares ainda não fazem uso. Fábio aproveitou para enfatizar que dentro das suas possibilidades, a prefeitura está buscando oferecer o que há de melhor para seus alunos e que este tipo de projeto visa também colaborar com o futuro de cada um dos pequenos indiarobenses.

“A implementação de um projeto como este de robótica colaborativa visa contribuir com o crescimento da criança e colocá-las em contato com habilidades e ferramentas que possibilitarão que eles se desenvolvam enquanto cidadãos do mundo, fazendo uso de tudo aquilo de mais avançado que eles podem ter acesso”, finalizou.

Dona Maria Raimunda, mãe de um dos alunos contemplados com a parceria entre a Margi e a Prefeitura, agradeceu ao empenho do poder público em possibilitar que uma escola de renome e gabarito possa capacitar seu filho e prepará-lo para um mundo globalizado e cada dia mais competitivo.

“Eu não teria condições de pagar um curso desse para o meu filho, por isso gostaria de agradecer de coração a todos que se envolveram e se empenharam para que os filhos dos trabalhadores de Indiaroba pudessem ter acesso a essa maravilha que está aqui em nossa frente”, afirmou.

A aula inaugural contou com a presença de professores, autoridades do município, alunos e familiares das crianças contempladas, além de representantes da imprensa estanciana. O evento contou com coffee break e exposição das ferramentas utilizadas nas aulas. Foram realizados voos de drones, bem como apresentado aos alunos os demais equipamentos que eles terão acesso a partir de então.

Alunos receberam camisas do curso em parceria com a prefeitura

Público lotou o centro cultural

Drones

Por: Pisca Jr / DIARIO SERGIPANO

Em Indiaroba, alunos da rede pública de ensino vão estudar robótica

Os alunos da rede pública de ensino vão estudar robótica. A iniciativa, em parceria com a Prefeitura de Indiaroba, visa proporcionar aos jovens o acesso à tecnologia de ponta (robótica, drone e realidade virtual) para potencializar inteligência emocional com práticas e ferramentas comportamentais.


A margiEducation (Escola de Inteligência Emocional e Tecnologia) alinhado a preparação dos alunos para as profissões do futuro vai realizar o curso de Robótica Colaborativa e Inteligência Emocional para alunos da rede pública – da faixa etária de oito a 14 anos. Para participar, o jovem deve gostar de matemática, desejável ter boas notas em matemática e português.

De acordo com o material encaminhado ao portal A8SE, o curso de práticas de inteligência emocional integrado a robótica irá propor: estudo de autopercepção; empatia; rapport; ferramentas comportamentais; prática de montagens de robô lego; programação para robô; projetar seus próprios robôs; práticas para desenvolver criatividade; práticas para desenvolver raciocínio lógico; técnicas de aprendizagem para melhorar os estudos com auxilio  integrado a robótica; projeção de robôs com sensor infravermelho, ultrassônico e de cor.

O curso de robótica terá duas turmas de 30 alunos, as aulas serão ministradas aos sábados (de 8h às 10h e 10h às 12h) e com início no dia 14 de março de 2020.

Fonte: Com informações da Prefeitura de Indiaroba

Theme Settings