Sergipe Repórter

17 pessoas são presas durante operação em combate a crimes contra o patrimônio em Sergipe

Durante uma ação em repressão a crimes contra o patrimônio, deflagrada pela Polícia Civil, foram cumpridos 17 mandados de prisão em Sergipe. A chamada operação “Voleur” acontece desde a última semana em todos os 26 estados e o Distrito Federal e visa combater roubos de aparelhos celulares, casas, bancos, cargas e estabelecimentos comerciais.

Durante o processo, ocorreu a prisão de um foragido de Sergipe na cidade de Conde (BA). Houve também a prisão, no bairro Novo Paraíso, de um investigado por desvio de cargas em Minas Gerais.

Em Aracaju, as delegacias metropolitanas participam junto ao Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) – com a Polícia Interestadual (Polinter) – Delegacia de Roubos e Furtos (Derof) e Divisão de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV).

O delegado Gilberto Guimarães, da 9ª Delegacia Metropolitana, afirmou ainda que o combate aos crimes contra o patrimônio também passa pela recuperação de aparelhos celulares. Segundo o delegado, a pessoa que está em posse do aparelho pode responder por receptação culposa, já que há meios de verificar a origem do celular. No entanto, os comerciantes desses produtos respondem por receptação qualificada.

“Começamos esse trabalho há cerca de três anos dando ênfase na recuperação do patrimônio principalmente nos crimes de roubo. Verificamos os índices e procuramos uma forma de ir em busca desse patrimônio, já que muitas vezes a autoria do crime não era identificada. Desenvolvemos alguns mecanismos para a busca dessas informações e temos recuperado esses celulares, inclusive com operações em estabelecimentos comerciais”, revelou.

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?