A pandemia e as eleições

A pandemia e as eleições

Já nas convenções partidárias, os políticos deixaram claro que não iam respeitar o isolamento social, medida fundamental para impedir a propagação da Covid-19.

Apesar da pandemia, os candidatos seguem reunindo o povo em locais fechados, atraindo pequenas multidões para caminhadas e apertando mãos, dando abraços, tapinhas nas costas, etcétera e tal. Até parece que, acostumados a tratarem o eleitor como gado, os políticos estejam apostando na propalada imunidade de rebanho como forma de conter a propagação do vírus. Apesar dessa insanidade por parte de quem deveria dar o bom exemplo, vamos torcer para que o índice de infecção por coronavírus continua diminuindo em Sergipe. Contudo, caso ocorra o contrário, a culpa por uma segunda onda da pandemia será exclusiva da irresponsabilidade da maioria dos candidatos a prefeito e vereador. Misericórdia!

Debate defendido

E o candidato Márcio Macedo (PT) lamentou que dificilmente ocorra um debate no 1º turno entre os postulantes à Prefeitura. O petista não concorda com o argumento que os estúdios das TVs são pequenos para abrigar 11 candidatos, assessores e a equipe técnica:

“Aracaju possui diversos locais, com amplos espaços, boa iluminação e acústica suficientes para se realizar um bom debate. Os teatros Tobias Barreto e Atheneu são bons exemplos disso”, afirma Macedo. Ah, bom!

Discurso proibido

O ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita (Republicanos), tenta na Justiça suspender a liminar que o proibiu de pedir votos para a irmã e candidata a prefeita Carla Sukita (Republicanos). O líder capelense lamentou que a proibição tenha sido proposta pela ex-esposa e prefeita Silvany Mamlak (PSC), “que dependeu de meus discursos e apoio para se eleger em 2016”. Sukita tem usando as redes sociais para solicitar ao povo que o substitua, indo às ruas pedir votos para Carla. Marminino!

Veteranos vão às urnas

A jornalista Thaís Bezerra publicou no Jornal da Cidade a seguinte nota: “Três veteranos da política disputam as eleições para vereador em Aracaju, Itabaiana e Lagarto. Estão no páreo os ex-deputados federais Mendonça Prado (DEM) e Wilson Cunha, o “Gia” (PSD), e o ex-deputado estadual e ex-prefeito lagartense José Raymundo Ribeiro (Pode). Mendoncinha sonha em retornar para onde começou. Em 1988, com 20 anos, ele se elegeu vereador de Aracaju, depois ganhou eleições para a Assembleia e a Câmara Federal. Prado, “Cabo Zé” e “Gia” acreditam que agora em 2020 as urnas voltarão a sorrir para eles”. É, pode ser!

Engana os bobos

Um dia essa coisa muda,

E o candidato no jeito

Aprende a enganar o povo,

Diz no discurso perfeito,

Pretender sim, se eleger,

Mas só querendo fazer

Seu pé-de-meia bem feito.

Os versos acima são do cordelista Adriano Santori. 

Cabo eleitoral

A equipe de marketing do PT já recebeu vídeos do ex-presidente Lula pedindo votos para o candidato petista a prefeito de Aracaju, Márcio Macedo. A expectativa é que a mensagem do “Barba” seja exibida logo no primeiro programa de Márcio no horário eleitoral gratuito. A coordenação da campanha do candidato ainda não sabe quando Lula virá a Aracaju pedir à população para eleger Macedo prefeito da capital. Não há como negar que o ex-presidente é um cabo eleitoral e tanto. Aff Maria!

Novo sergipano

Nascido em Salvador, o delegado de polícia Adelmo Pelágio é o mais novo cidadão sergipano. Conferido pela Assembleia por sugestão do deputado estadual Capitão Samuel (PSL), o Título será entregue nesta segunda-feira. O homenageado reside em Sergipe desde que foi aprovado no concurso para delegado, há 14 anos. Presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Sergipe, Adelmo Pelágio já comandou as delegacias de São Domingos, Itabaiana, Pacatuba, General Maynard e Rosário do Catete. Por conta da pandemia, o Título de Cidadania será entregue em solenidade simples na presidência do Legislativo. Parabéns!

Conversa mole

Um dos 10 vice-líderes do governo Bolsonaro na Câmara, deputado federal Gustinho Ribeiro (SD) se apressou em elogiar a indicação do desembargador Kássio Nunes para o Supremo Tribunal Federal. O parlamentar sergipano afirmou que viu a escolha do piauiense como um gesto de apreço do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com o Nordeste. Ora, bolas, o que um ministro do Supremo pode fazer em benefício dos sofridos nordestinos? Conte outra, Gustinho. Crendeuspai!

Banese na camisa

O Banese Card é o mais novo patrocinador do Confiança, nosso representante na série B do Campeonato Brasileiro de Futebol. Segundo o governador Belivaldo Chagas (PSD), esse é o tipo de parceria em que todos saem ganhando: “Ganha o Banese Card, com a visibilidade nacional para a sua marca, graças às transmissões televisivas, e o Confiança, que terá este aporte financeiro para ajudar no orçamento da temporada”, afirma Chagas. O anúncio oficial do patrocínio ao time proletário será feito nesta segunda-feira. Maravilha!

Lembrando Dutra

Os petistas sergipanos lembraram, ontem, o aniversário de morte do ex-senador e ex-presidente da Petrobras, Zé Eduardo Dutra. Vítima de câncer, o petista morreu no dia 4 de outubro de 2015. Pelas redes sociais, a vice-governadora Eliane Aquino (PT) lembrou Zé Eduardo como “um homem de ideais fortes, íntegro, um dos maiores senadores que Sergipe já teve, um dos presidentes da Petrobras que mais a defendeu e por ela lutou. Nesse cenário de retrocesso, é mais uma falta imensa que carregamos no peito”. É vero, Eliane!

Pastorando o gado

À boca miúda, políticos têm se queixado dos adversários que tentam invadir seus redutos eleitorais nesta campanha municipal. Ao mesmo tempo, ameaçam estourar os ‘currais’ dos invasores se a grilagem persistir. Pelo andar da carruagem, até o dia das eleições, os políticos que insistem em fazer clientelismo terão muito trabalho para evitar o ‘estouro da boiada’. Êh, vida de gado!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Nordeste, em 21 de junho de 1950.

É editor do Portal Destaquenotícias

Por Adiberto de Souza * Site: destaquenoticias.com.br

 

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by