Após 16 anos, Aracaju pode ter uma chapa feminina nas eleições

Após 16 anos, Aracaju pode ter uma chapa feminina nas eleições

Uma live no Instagram, na noite dessa quinta-feira, 21, criou a expectativa do lançamento da segunda chapa feminina da história das eleições da capital sergipana, com os nomes da delegada Georlize Teles (DEM) e da vereadora Emília Correia (Patriota). O que enterraria de vez a presença de Emília na coligação de Danielle Garcia (Cidadania).

A militância dos dois partidos, Democratas (DEM) e Patriota, alimentaram a expectativa da aliança e fizeram a transmissão ao vivo ser concorrida. Não foi um evento para oficializar, mas serviu como teste.

Personalidades marcaram presença, a exemplo da senadora, Maria do Carmo (DEM), que enviou saudação as duas participantes.

“Um abraço, mulheres guerreiras”, escreveu a senadora.

A live foi a estreia da pré-candidata democrata nos debates políticos por meio das plataformas digitais.

Georlize e Emília como já era esperado, não confirmaram nada e responderam as inúmeras perguntas sobre a possível aliança, com entusiasmo e largos sorrisos.

“Estaremos sempre justas”.

A frase  reforçou as dúvidas do futuro político das duas.

A primeira chapa só com mulheres disputou as eleições de 2004 e foi formada por Suzana Azevedo como candidata a prefeita e a pastora Cláudia Andrade como vice. Naquele pleito, o ex-governador Marcelo Déda foi reeleito prefeito de Aracaju, com mais 70% dos votos.

Fonte: Por  FAN F1

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by