Sergipe Repórter

Arnaldo Jabor morre em São Paulo aos 81 anos; famosos lamentam

Arnaldo Jabor morreu na madrugada desta terça-feira, 15/2, em São Paulo. De acordo com a família, o cineasta, cronista e jornalista de 81 anos faleceu por volta da meia-noite, em decorrência de complicações de um acidente vascular cerebral (AVC).

Filho de um oficial da Aeronáutica e uma dona de casa, Arnaldo nasceu em 12 de dezembro de 1940, no Rio de Janeiro. Ele estava internado desde meados de dezembro de 2021 no Hospital Sírio-Libanês por conta da doença. De acordo com boletim médico divulgado na ocasião, o jornalista estava consciente e apresentava melhora progressiva

‘Mais Você’ lamenta a morte de Arnaldo Jabor

Em entrevista ao programa “Conversa com Bial“, em 11 de abril de 2018, uma das filhas do jornalista, a também cineasta Carolina Jabor, falou sobre o linchamento virtual sofrido pelo pai, como pode ser visto no vídeo abaixo. Arnaldo teve ainda dois filhos: João Pedro e Juliana.

Carolina Jabor conta experiência do pai, Arnaldo Jabor, com linchamento virtual

O jornalista se tornou conhecido do grande público nos anos 1990 pelos comentários nos telejornais da TV Globo, nos quais falava fundamentalmente de questões relacionadas à política nacional. Porém, a primeira formação e grande paixão de Arnaldo foi o Cinema.

Ele integrou a segunda fase do Cinema Novo, movimento que buscava analisar a realidade nacional, inspirando-se no neorrealismo italiano e na nouvelle vague francesa. O primeiro filme dirigido pelo cineasta foi o curta-metragem “O Circo“, de 1965.

Arnaldo Jabor fala sobre “A Suprema Felicidade”

A filmografia inclui ainda longas considerados clássicos do cinema brasileiro, como “Toda Nudez Será Castigada“, “O Casamento“, “Eu Te Amo“, “Eu Sei que Vou te Amar” e o mais recente, “A Suprema Felicidade“, de 2010. Arnaldo contou com a parceria de grandes atores e atrizes nas vezes em que atuou como diretor.

A filmografia de Arnaldo Jabor: 'Toda Nudez Será Castigada' (1973) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: ‘Toda Nudez Será Castigada’ (1973) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: 'O Casamento' (1975) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: ‘O Casamento’ (1975) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: 'Tudo Bem' (1978) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: ‘Tudo Bem’ (1978) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: 'Eu Te Amo' (1980) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: ‘Eu Te Amo’ (1980) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: 'Eu Sei Que Vou Te Amar' (1986) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: ‘Eu Sei Que Vou Te Amar’ (1986) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: 'A Suprema Felicidade' (2010) — Foto: Divulgação

A filmografia de Arnaldo Jabor: ‘A Suprema Felicidade’ (2010) — Foto: Divulgação

Filho de um oficial da Aeronáutica e uma dona de casa, Arnaldo nasceu em 12 de dezembro de 1940, no Rio de Janeiro. Em entrevista ao programa “Conversa com Bial”, em 11 de abril de 2018, uma das filhas do jornalista, a também cineasta Carolina Jabor, falou sobre o linchamento virtual sofrido pelo pai, como pode ser visto no vídeo abaixo. Arnaldo teve ainda dois filhos: João Pedro e Juliana.

A longa trajetória profissional, cercou Arnaldo de admiradores, entre anônimos e famosos, que lamentaram a perda do jornalista nas redes sociais.

Fafá de Belém lamenta a morte do jornalista e cineasta Arnaldo Jabor — Foto: Reprodução/Twitter

Fafá de Belém lamenta a morte do jornalista e cineasta Arnaldo Jabor — Foto: Reprodução/Twitter

Arnaldo Jabor falou sobre vida e carreira em diversos momentos. Relembre

Por Gshow — São PauloArnaldo Jabor — Foto: Divulgação

Related Articles

Posso ajudar?