Sergipe Repórter

Caderno Especial: Francão 38 Anos – Entrevista com Mariana Dantas, superintendente de esportes de Sergipe

No Caderno Especial 38 anos do Estádio Estadual Governador Augusto Franco (Francão) a nossa entrevistada foi a carateca e Superintendente Estadual de Esportes – Mariana Dantas.

SR – Existe a possibilidade do Governo do Estado realizar a restauração do estádio ainda este ano?

Mariana – Desde que assumimos a gestão da superintendência há menos de 2 anos, temos feito manutenção constante em todas as praças esportivas que está sob esta administração. Ocorre que, em muitos espaços, como é o caso do Francão, faz-se necessário, mais do que manutenção, mas uma reforma mais ampla. O levantamento já foi realizado, estabelecemos prioridades e estamos captando recursos para colocar o plano em ação.

SR – O governo tem um projeto de reforma? Se tiver, há uma previsão de quanto será gasto nesta possível reforma total ou parcial do estádio?

Mariana – Já fizemos o levantamento e estabelecemos prioridades, assim que concluirmos, será divulgado.

SR – A senhora não acha que este é um momento oportuno por conta da pandemia, restaurar o sistema elétrico do ‘francão’ que por mais uma vez teve suas instalações elétricas furtadas comprometendo inclusive os refletores e placar eletrônico?

Mariana – Não é apenas restaurar o que foi furtado, quando se há um vandalismo na parte elétrica, meche com todo o sistema elétrico, precisando muito mais que apenas a troca de fios, que aliás já foram feitas por diversas vezes. Quanto a aproveitar o tempo da pandemia para fazer esses reparos, seria ótimo, mas não podemos esquecer que, justamente por causa da pandemia, nossos esforços se voltaram para o combate à COVID em todas as esferas. Inclusive com aquisição de equipamentos de proteção e sanitização, além de estratégias para dar continuidade ao esporte que foi tão afetado. Ressalto ainda que entre 2020 e 2021 estão sendo investidos mais de 10 milhões em infraestrutura esportiva em Sergipe a exemplo do Ginásio Constâncio Vieira, Estádio Paulo Barreto de Menezes, Estádio Adolfo Rolemberg, Campo de futebol em Nossa Senhora de Lourdes, etc.

SR – O governo chegou a conversar com a Federação Sergipana de Atletismo sobre uma possível reforma da pista de atletismo do estádio com piso sintético para possíveis competições estaduais e nacionais serem realizadas em Estância?

Mariana – Idem a resposta anterior em relação ao levantamento feito. Quanto a Federação Sergipana de Atletismo, temos uma parceria salutar, mas a entidade não possui recursos financeiros para tal finalidade. Estamos em tratativas também com o governo federal.

SR – A superintendência tentou buscar parcerias com empresas, instituições parceiras do governo para ajudar na restauração do estádio?

Mariana – Esse é o maior interesse do governo! Acontece que por sermos uma instituição pública governamental, não podemos “escolher” parceiros. Existem os instrumentos legais que impedem muitas parcerias.

SR – Quais são os projetos que a superintendência está planejando ou já tem guardado para o retorno das atividades esportivas em nosso estado?

Mariana – Desde o início da pandemia nos preocupamos em manter a chama do esporte e da atividade física sempre acesas.  Uma das nossas prioridades foi a capacitação profissional.

Antes da pandemia foram realizados os seguintes cursos de formação profissional:

  • Lançamento dos 37º Jogos da Primavera no Colégio Estadual
  • Vôlei de Praia em Itabaianinha com 30 participantes
  • Badminton em Aracaju com 40 participantes

Durante a pandemia demos continuidade com as ações virtuais:

  • Torneio Karatê Virtual Escolar
  • Festival de Ginástica Rítmica Escolar Virtual
  • Desafio de Judô Virtual
  • SUPER Desafio Virtual
  • Torneio de Xadrez Escolar Virtual
  • Seminário do mês do Profissional de Educação Física

O futebol profissional ter retornado também abriu as portas para que demais modalidades se adaptassem a exigência dos novos protocolos e fossem retomadas e contaram com todo apoio da superintendência. Distribuímos kits compostos de álcool em gel, termômetro infravermelho e máscaras a todas as federações esportivas do estado. Desde o início do ano estamos conversando com os novos prefeitos e secretários municipais de esporte para identificar as principais necessidades de cada cidade e região para atuarmos em conjunto.

SR – Quais são as modalidades esportivas que por ordem dos decretos sanitários ocorrerão primeiro em Sergipe?

Mariana – Todas aquelas que se adaptarem aos protocolos sanitários e com menores chances de risco de contágio.

SR – Sobre as competições de ciclismo em nosso estado o que tem dialogado com o presidente da federação Jairo sobre o retorno das atividades?

Mariana – A Federação Sergipana de Ciclismo é outra parceira da SUPEE e estamos mantendo diálogo com todas as federações, lembrando que elas são regidas pelas confederações nacionais. Esse é um momento de somação de esforços. Primeiramente pela vida e depois às nossas atividades. O esporte em Sergipe não ficará relegado. Estamos atentos a tudo que podemos fazer com cautela e planejamento.

SR – Sobre as corridas de ruas que cresceram muito em nosso estado a senhora tem conversado com o presidente Orliandes Barros sobre o calendário e se ainda haverá competições este ano em especial a Corrida Cidade de Aracaju que está prevista para o segundo semestre?

Mariana – A corrida Cidade de Aracaju é organizada pela prefeitura de Aracaju. Não estamos no momento de pensarmos em eventos com aglomerações. O que estamos sempre recomendando a toda população é que pratiquem atividade física, independente das competições existirem ou não. A prática regular da atividade física é determinante para uma boa qualidade de vida e manutenção da saúde.

SR – Quais as ações que a superintendência tem a propor para a cidade de Estância?

Mariana – Estância é uma cidade estratégica e sempre está em nossos planos para propagação do esporte. Um exemplo é a parceria com o Comitê Olímpico do Brasil e a Vice-governadora Eliane Aquino, onde estamos trazendo um curso de capacitação de profissionais da área esportiva e educacional, que visa trazer mais qualidade no ensino e treinamento para nossos alunos-atletas. Além do fomento ao esporte na cidade de maneira geral.

SR – O estado planeja organizar um campeonato estadual entre municípios?

Mariana – Sim. O campeonato está todo montado esperando o momento adequado para colocarmos em prática. Será um campeonato de futebol amador masculino e feminino em todo o estado e dividido por regiões a exemplo do que fizemos em 2017 com a Copa Aperipê do Baixo São Francisco onde envolvemos 16 municípios daquela região.

SR – O Governo é conhecedor das riquezas naturais de nosso litoral como nossas praias de Japaratuba, Atalaia, Caueira, Abais e Indiaroba que sempre organizaram de fato suas competições a nível municipal como o Beach Soccer, Futevôlei e vôlei de praia. A superintendência já pensou na realização dessas modalidades dentro de um projeto Verão com sedes nas regiões litorâneas de nosso estado?

Mariana – Já sim. Havia uma previsão para executarmos em parceria com a secretaria de turismo, mas foi adiado por causa da pandemia. Estamos reavaliando a possibilidade de fazermos algo menor em cada localidade.

SR – No dia 11 de março de 2011 o estádio foi totalmente reformado após uma ação na justiça e anos depois caiu novamente em decadência e chegamos a 2021 com sua estrutura física aparentemente escassa. Há previsão de quando o governo de fato vai no mínimo realizar alguns reparos nas estruturas, principalmente a sua fachada, letreiros, arquibancadas, bancos de reservas, portas dos tuneis entre outros?

Mariana – É determinação do governador Belivaldo Chagas colocar nossas praças esportivas em plenas condições de uso. Estamos realizando processos internos para viabilizar a execução de pequenas reformas, reparos e manutenções mais efetivas.

SR – Fale um pouco de sua trajetória no esporte como carateca e no comando de outras repartições esportivas?

Mariana – Bem… comecei o karatê aos 7 anos e pratico até hoje. Enquanto atleta profissional, sou Faixa Preta 2º Dan de Karatê, atleta da Seleção Brasileira de Karatê de 2000 a 2010 e campeã mundial em 2002 (Birmingham/ Inglaterra), além de campeã sul-americana e vice pan-americana. Como atleta amadora já treinei outras modalidades como a natação, vôlei, tae-kwon-do, remo, etc e atualmente a corrida, onde coleciono 4 maratonas.

Sou graduada em licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Tiradentes, pós-graduada em Administração e Marketing Esportivo pela Gama Filho, e mais recentemente conclui o curso em Gestão Esportiva Avançada do COB, galgando o 1º lugar entre 38 participantes de todo Brasil, que representavam renomadas entidades como a Confederação Brasileira de Vôlei, de Judô, Ministério da Defesa e da Cidadania, entre outros. Tenho muito orgulho desse trabalho pois teve como tema o “Desenvolvimento e Implantação do Planejamento Estratégico da Superintendência Especial de Esporte de Sergipe”.

Pela terceira vez assumo um cargo público, já que a primeira experiência foi como coordenadora de esportes de Alto Rendimento na Prefeitura Municipal de Aracaju onde me orgulho de ter elaborado e executado a primeira edição do Bolsa-Atleta Aracaju e a Feira de Artes Marciais, sob a gestão do então secretário a época o deputado federal Fábio Mitidieri. Em 2017 assumi como diretora de Esportes no Governo de Sergipe e desde abril de 2019 estou como superintendente especial de esporte com a missão de desenvolver  o esporte em nosso estado proporcionando oportunidades, formação cidadã, respeito, sentimento de coletividade e promoção da saúde.

SR – Mariana, qual mensagem a senhora deixa para os desportistas de Estância nesta data importante em que o francão, maior templo esportivo do Centro Sul sergipano completa 38 anos?

O Francão é uma das nossas principais praças de esporte. Dias gloriosos já foram vividos lá dentro trazendo alegria para o povo estanciano e de toda região. Estamos empenhados em trazer melhorias e vamos fazê-la. Temos muito zelo pelo patrimônio público e a importância do Francão é indiscutível. Parabéns a todo povo de Estância!

WASHINGTON REIS – SERGIPE REPÓRTER

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?