Sergipe Repórter

Caso Claudinha: ex-companheiro é condenado a 14 anos de prisão

Um homem identificado como Marques José dos Santos, conhecido “Gaspar” acusado de matar sua companheira, Claudinha Leite, de 26 anos, em agosto do ano passado, foi condenado a 14 anos de reclusão em regime fechado pelos crimes de homicídio qualificado e furto simples.

A decisão foi tomada durante júri popular que ocorreu no última terça-feira, 7, no Fórum do Município de Canindé do São Francisco, local onde a vítima e o sentenciado residiam. Marques José não poderá recorrer da sentença em liberdade e continuará preso.

O crime

O crime foi registrado no dia 20 de agosto de 2020, quando familiares da vítima notaram a sua ausência e acionaram a polícia. Após buscas, encontraram o corpo da jovem numa região conhecida como ‘prainha’, que fica ao lado da orla do município. O principal suspeito do crime, desde o início foi seu companheiro, Marques José dos Santos, conhecido popularmente como ‘Gaspar’, que após ter sido localizado confessou o crime.

De acordo com o inquérito policial, entre os dias 19 e 20 de agosto de 2020, quando o acusado estava na companhia da vítima tiveram uma discussão e Marques passou a agredi-la com socos e a empurrou, o que ocasionou que a vitima batesse a cabeça em umas pedras. E em razão da pancada, sofreu traumatismo craniano, a qual resultou na sua morte;

“O acusado, na condição de usuário de drogas, vendeu uma motocicleta da vítima com a finalidade de pagar uma dívida dele. Sua companheira conseguiu pagar o débito, conseguindo reaver o mencionado veículo. Em razão desse episódio, a vítima rompeu o relacionamento com o acusado, o qual ficou inconformado. Diante de tal inconformismo, o denunciado veio a matar a sua ex-companheira, em razão da separação do casal”, acrescenta o inquérito.

Por Luana Maria e Verlane Estácio

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?