Sergipe Repórter

Caso Genivaldo: Bolsonaro diz que Justiça será feita “sem exageros” e que a mídia “tem o lado da bandidagem”

Durante entrevista coletiva nesta segunda-feira, 30, o presidente Jair Bolsonaro, comentou a morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal, no município de Umbaúba, na última quarta-feira, 25. 

Bolsonaro fez uma comparação entre as recentes ocorrências envolvendo policiais rodoviários federais, o caso dos dois agentes que morreram no Ceará  e a situação com Genivaldo no interior de Sergipe.

“Eu lamento o ocorrido, há duas semanas aproximadamente, com dois policiais rodoviários federais, que ao tentar tirar um elemento da pista, ele conseguiu sacar a arma de um deles e executou dois. A GloboNews chamou este bandido de suspeito. E o outro policial de outra esfera, ao abater esse marginal, vocês realmente foram numa linha completamente diferente. Vai ser seguida a lei, a gente lamenta o ocorrido nos dois episódios”, disse o presidente. 

Na oportunidade, o líder também teceu críticas à mídia e afirmou que a situação deverá ser resolvida judicialmente “sem exageros”. 

“Não podemos generalizar tudo o que acontece no nosso país, a PRF faz um trabalho excepcional para todos os lados, nos momentos difíceis são os primeiros a chegar. Vamos respeitar a dor de todo mundo. A Justiça será feita, todos nós queremos isso aí, sem exageros e sem pressão por parte da mídia, que sempre tem um lado, o lado da bandidagem. (…) Lamentamos o ocorrido com seriedade e vamos fazer o devido processo para não cometermos injustiça e fazermos de fato Justiça”, completou.

Por FanF1

Related Articles

Posso ajudar?