Sergipe Repórter

Centro de Convenções de Sergipe é entregue após mais de cinco anos em processo de reformas

Segundo o governo do estado, o principal objetivo é a potencialização do turismo de negócios.

O Centro de Convenções de Sergipe (CCS), localizado na Avenida Tancredo Neves, em Aracaju, foi entregue nesta segunda-feira (9), após mais de cinco anos em processo de reformas, à empresa que assumirá a gestão do espaço por meio de parceria público-privada. A cerimônia contou com diversas autoridades, entre elas o Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Segundo o governo do estado, o principal objetivo do espaço é a potencialização do turismo de negócios. O local tem 14,1 mil metros quadrados de área construída e 23,2 mil metros quadrados de área total. A obra teve investimentos totais de R$ 29.678.421,87, entre recursos federais e estaduais.

Solenidade de entrega do CIC em Aracaju — Foto: Rafael Carvalho/TV Sergipe

O CCS (antigamente chamado de ‘CIC’) será administrado pela AM Malls, que atua nas áreas de administração, planejamento, desenvolvimento e comercialização de shoppings centers e empreendimentos imobiliários comerciais.

A empresa adequará o espaço para o início das atividades. O investimento será direcionado, dentre outros, à mobília e tecnologia; padronização com divisórias acústicas retráteis para ampliação do número de auditórios; implantação de toda a comunicação visual do equipamento; sistema de refrigeração; implantação de escada rolante, plataforma elevatória de acessibilidade, elevadores de carga e passageiros (panorâmico).

Segundo o governno, a entrega do Centro de Convenções representa a reinserção de Sergipe na rota do setor, com a possibilidade de receber congressos, exposições, feiras, shows e eventos educacionais e corporativos em geral.

“Estivemos fora desta rota, por algum tempo, por falta de capacidade de abrigar eventos de maior porte, mas agora, com a expectativa da reinauguração, teremos novamente essa capacidade. Isso é fundamental para Sergipe, para o desenvolvimento do Turismo, porque não movimenta somente a rede hoteleira, mas todos os 54 segmentos que estão envolvidos na cadeia do Turismo, o que significa mais geração de emprego, de renda e de oportunidades para os sergipanos”, disse o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto.

Reforma

A reforma do centro começou em 2015 e foi paralisada em 2016 por desistência da empresa vencedora da licitação das obras. Uma nova licitação foi realizada e, em 2018, a obra foi retomada.

Em fevereiro de 2021, uma concorrência pública para concessão do espaço foi lançada.

Por G1 SE I Centro de Convenções de Sergipe — Foto: Divulgação/ASN/SE

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?