Sergipe Repórter

Com multidão, adeus a Marília Mendonça é marcado por homenagens

Corpo da cantora foi transportado em caminhão do corpo de bombeiros após velório

Os corpos de Marília Mendonça, 26 anos, e de seu tio e assessor, Abicieli Silveira Dias Filho, deixaram o Ginásio Goiânia Arena, por volta das 17h deste sábado (6), e seguiram em carro aberto do Corpo de Bombeiros para o Cemitério Parque Memorial, onde foram sepultados em cerimônias reservadas a familiares e amigos mais próximos.

Durante toda a tarde, fãs e amigos da artista prestaram suas últimas homenagens. Para acesso ao local, uma fila quilométrica com milhares de formou. Alguns viajaram quilômetros e até dormiram na entrada do ginásio para poder dar o último adeus.

“Eu madruguei aqui. Trouxe café, água, cobertor”, disse Jéssica Oliveira.

Ketholyn Vitória diz que ainda é muito difícil acreditar. “Ontem passei o dia escutando música dela. Quando fiquei sabendo, caí aos prantos. Chorei a noite inteira”, relatou. “É um pesadelo. Parece que vamos acordar e ter ela de volta fazendo seus shows”, disse Tauan Pereira

O auge de seu sucesso e movimentando multidões em suas apresentações, Marília Mendonça morreu ontem (5) aos 26 anos após sofrer um acidente de avião. Ela se deslocava para a cidade de Caratinga (MG) onde faria um show à noite. Todos os cinco tripulantes morreram.

Além da cantora sertaneja e de seu tio, estavam na aeronave seu produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o co-piloto Tarciso Pessoa Viana. Investigações para apurar as causas do acidente já estão sendo conduzidas pela Polícia Civil de Minas Gerais e pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão do Comando da Aeronáutica.

A morte da cantora comoveu a comunidade de artistas e também diversas autoridades brasileiras, que deixaram mensagens de pesar nas redes sociais. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, decretou luto oficial de três dias. A cantora deixa seu filho Léo, que fará dois anos no próximo mês. Ele é fruto de seu relacionamento com o cantor Murilo Huff, de quem se separou em setembro deste ano.

O velório teve início por volta de 13h. Ônibus com equipes de vários artistas estacionaram nos arredores do ginásio. Marcaram presença no velório outros nomes do ritmo sertanejo como Maiara e Maraisa, Henrique e Juliano e Di Paullo e Paulino. Foram recebidas coroas de flores assinadas por Zezé di Camargo, Chitãozinho e Xororó, Bruno e Marrone, Zé Neto e Cristiano, entre outros.

Houve orações. Maiara e Maraisa cantaram o sucesso “Esqueça-me se for capaz”, gravada em parceria com Marília Mendonça. Henrique e Juliano também fizeram sua homenagem com a música “Flor e o beija-flor”. Do lado de fora do ginásio, fãs se reuniram e entoaram diversas canções.

As informações são da Agência Brasil e do Metrópoles. Foto: Igo Estrela/reprodução Metrópoles

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?