Sergipe Repórter

Com segundo tempo recheado de emoções, Confiança e Náutico ficam no empate em Aracaju

Resultado acabou sendo ruim para as duas equipes

Resumão

O primeiro tempo começou com o Náutico dominando a posse de bola, mas com muitos erros de passes e poucas oportunidades produzidas de ambos os lados. Mesmo ruim tecnicamente, o jogo ficou um pouco mais aberto a partir dos 20 minutos. A melhor oportunidade do Timbu aconteceu com Álvaro, aos 20 minutos, que não conseguiu marcar após desviar cruzamento de Thassio.

O Confiança chegou com maior perigo, aos 34 minutos, com Hernane Brocador, que tentou aproveitar cruzamento de João Paulo, mas Camutanga chegou para interceptar. O segundo tempo começou muito melhor do que o primeiro e, em sete minutos, o Confiança já havia chegado duas vezes com perigo e o Náutico uma. Ao contrário da primeira etapa, os donos da casa impuseram maior volume de jogo e chegaram diversas vezes com perigo ao setor ofensivo, mas a equipe pernambucana conseguiu se segurar. Aos 23 minutos, um lance polêmico. Neto Berola avançou na área e foi derrubado por Djvan. Os jogadores do Confiança pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir. Na reta final da partida, o Timbu também levou perigo, principalmente nos contra-ataques, mas a partida terminou empatada em 0 a 0.

Primeiro tempo

A partida começou com muitos erros de passe dos dois lados e poucas chances produzidas. O Náutico tinha mais posse de bola, mas não conseguia superar a defesa do Confiança. A primeira boa oportunidade do Timbu aconteceu apenas aos 20 minutos, quando Álvaro chegou no carrinho dentro da área para desviar o cruzamento de Thassio, mas não conseguiu balançar as redes. A resposta do Dragão veio logo em seguida, aos 21 minutos, quando Álvaro aproveitou contra-ataque, avançou com a bola, mas mandou por cima gol. Aos 26 minutos, Thassio cruzou para a área e encontrou Vinícius que mandou para fora. Aos 34 minutos, Hernane Brocador quase abriu o placar, aproveitando cruzamento de João Paulo, mas Camutanga chegou para salvar e mandar para escanteio. Na reta final, o Confiança ainda tentou impor mais volume de jogo, no entanto, nada que alterasse o placar.

Confiança x Náutico - Melhores Momentos do 1º Tempo

Confiança x Náutico – Melhores Momentos do 1º Tempo

Segundo tempo

Depois do intervalo, a partida recomeçou pegando fogo. Logo aos três minutos, Vinícius desperdiçou grande oportunidade na pequena área, após cruzamento de Thassio. O Confiança respondeu na sequência, aos cinco minutos, após bom chute de Rafael Vila para a defesa de Anderson que cedeu rebote, que Ítalo tentou aproveitar, mas estava impedido.

Aos seis minutos, Hernane Brocador aproveitou cruzamento de cabeça e obrigou o goleiro Anderson a fazer uma grande defesa. Aos 23 minutos, Neto Berola avançou para a área e foi desarmado por Djavan, em lande que os jogadores do Dragão ficaram reclamando de pênalti, mas o árbitro mandou seguir. Aos 30 minutos, após cobrança de escanteio, Nirley descviou de cabeça com perigo, mas a bola foi para fora. O Náutico apostava nos contra-ataques e levou perigo para Rafael Santos após chute de fora da área de Juninho Carpina. Aos 40 minutos, a bola sobrou limpa para Neto Berola, que tentou cortar Camutanga da jogada, e acabou desperdiçando a oportunidade de finalizar. A história do quem não faz toma quase se concretizou aos 46 minutos com Paiva, travado por Lucas Sampaio no momento exato do chute. A última oportunidade do Dragão aconteceu aos 47 minutos, quando Neto Berola tentou o cruzamento rasteiro para Hernane Brocador, mas acabou mandando muito forte e a bola passou raspando a trave.

Com informações do GE SE

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?