Confiança perde por 5 a 1 para o CSA na Série B

Confiança perde por 5 a 1 para o CSA na Série B
Pouco inspirado e com espaços na defesa, Dragão foi presa fácil para os alagoanos

  

O Confiança perdeu por 5 a 1 para o CSA na noite desta terça-feira (8), na Arena Batistão. Em partida válida pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Dragão foi presa fácil para um CSA muito organizado e matador. Com o resultado, os donos da casa perderam a invencibilidade e caíram na tabela para a nona posição, com 39 pontos. Já o rival, saltou para a sexta posição, com 41 pontos.

Com o gramado visivelmente melhor que jogos anteriores, o Confiança caiu na armadilha do CSA, que jogou organizado e abriu o placar aos 15 minutos, em jogadaça do Cedric. O time alagoano seguiu pressionando e voltou a marcar aos 32, com Andrigo. Mas, nem deu tempo do meia comemorar muito, porque Nirley descontou para o Confiança aos 37 e fez o time de Sergipe voltar à partida, levando perigo em jogadas de bola parada.

Mas, aí veio o segundo tempo e o balde de água fria antes do primeiro minuto de jogo, com o melhor jogador em campo, Paulo Sérgio. Após o gol, o jogo ficou aberto e o Confiança seguia tendo como arma principal as jogadas de bola parada. Porém do outro lado tinha um time organizado e sedento por gols. Em um contrra-ataque, aos 34 minutos, Rafael Bilu ampliou o marcador e já nos acréscimos, Pedro Lucas fechou o placar.

Análise

O CSA impôs seu jogo no início da partida e dominou as principais ações ofensivas da primeira etapa, mas quem balançou de fato as redes foi o Confiança, com Léo Griggio, após cobrança de falta. O gol foi anulado de forma incorreta pela arbitragem. Após o lance, o Confiança deu as caras na partida e passou a ficar mais presente no campo de ataque, com a bola.

Mesmo sofrendo com lances seguidos de chutes perigosos de fora da área, com o lateral esquerdo Silva e o volante Rafael Vila, o CSA mantinha uma postura ofensiva e tentava o ataque a todo instante que conquistava a posse de bola. E foi assim que o azulão abriu o placar com o lateral Cedric. Em uma jogadaça, o camisa 14 foi passando pela defesa do Dragão sem tomar conhecimento e só parou após deslocar Jean e vê a bola balançar as redes.

O time alagoano foi o mais organizado em campo e seguiu levando ligeira vantagem em cima da dupla de zaga. Os ataques eram perigosos , principalmente quando a bola passava pelo experiente Paulo Sérgio, camisa 10 e artilheiro do time alagoano. Nem a marcação pressão dos donos da casa faziam o time alagoano mudar o seu jeito de jogar futebol na noite desta terça-feira (8).

E não demorou muito para o time visitante ampliar. Aos 32 minutos, Andrigo infiltrou na zaga do Dragão, dominando ótimo lançamento de Geovane e com categoria o meia deixou Silva para trás e chutou sem chances para Jean Drosny.

Só que do outro lado tinha um Confiança perigoso, e cinco minutos depois, Nirley diminuiu de cabeça , após cobrança de falta jogada na área de Castilho. O gol encheu o azulino de lucidez, e o Confiança voltou a ganhar bolas no meio de campo e a pressionar o time alagoano, que parecia ter sentido o gol. Mas o marcador não foi mudado até o apito do árbitro.

A bola rolou e não deu nem tempo de suar no segundo tempo. Após lance perigoso de ataque do Confiança, com Ari Moura – havia entrado no segundo tempo -, o CSA deu a resposta, em ataque puxado por Paulo Sérgio, que organizou a jogada até a bola parar nos pés de Andrigo. O meia cruzou para o camisa 10 finalizar livre e ampliar o marcador.

Mesmo com o balde de água fria, o Confiança manteve a postura e seguiu com a bola no chão, abusando do troca de passes. Mas, era mais perigoso nas bolas paradas, aos 11 minutos assustou em cobrança de falta com Guilherme Castilho. Já aos 14, após cobrança de escanteio, o bate-rebate proporcionou duas bolas na trave do CSA.

Vendo o time perder o ímpeto ofensivo, o técnico Mozart colocou o Azulão para cima e colocou o atacante Pimpão no lugar do meia Andrigo. A substituição surtiu efeito, mesmo com o Confiança tendo maior posse de bola, mas, pouco inspirado.

Em mais uma jogadaça do lateral Cedric, Rafael Bilu, que havia acabado de entrar, recebeu lindo lançamento e chutou para o fundo das redes para marcar o quarto gol. Com a desvantagem no placar, o Confiança seguiu tentando e era muito perigoso nas bolas paradas, mas quem marcou mais um foram os alagoanos. De três dedos, Pimpão deixou Pedro Lucas cara a cara com Jean e o centroavante, que também veio do banco de reservas, não desperdiçou e fechou o placar.

Próxima partida

O Confiança volta a campo no próximo sábado (12), às 19 horas, contra o Juventude no Batistão. A partida será válida pela 28ª rodada da Série B, que também terá, um dia antes, o CSA jogando no Rei Pelé, em Alagoas, contra o Oeste, às 19h15.

Ficha técnica

Confiança
Escalação:
 Jean Drosny; Thiago Ennes (Marcelinho), Nirley, Léo Griggio, Silva; Madison (Serginho), Rafael Vila (Ari Moura), Guilherme Castilho; Reis, Renan Gorne (Bruno Paraíba) e Ítalo (Alexandre Tam). T.: Daniel Cerqueira (auxiliar)

Gol: Nirley 37’ | 1T
Cartão amarelo: Léo Griggio, Serginho, Guilherme Castilho e Marcelinho.

CSA
Escalação:
 Matheus Mendes; Cedric, Rodolfo Filemon, Luciano Castán, Diego Renan; Geovane, Yago (Gabriel), Andrigo (Rodrigo Pimpão), Nadson (Marquinhos); Rone (Rafael Bilu) e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). T.: Mozart

Gol: Cedric 15’ | 1T
        Andrigo 32’ | 1T
        Paulo Sérgio 0’ | 2T
        Rafael Bilu 34’ | 2T
        Pedro Lucas 48’ | 2T
Cartão amarelo: Geovane, Filemon e Rafael Bilu.

Com informações do F5NEWS  I Foto: Augusto Oliveira/ CSA

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by