Sergipe Repórter

Cortejo com cinzas do ex-governador João Alves Filho percorre Aracaju em caminhão dos bombeiros

A urna com as cinzas do corpo do ex-governador de Sergipe, João Alves Filho (DEM), seguiu, por volta das 12h desta segunda-feira (30), em um carro aberto do Corpo de Bombeiros em um cortejo que passará por pontos importantes e icônicos das gestões de João.

O roteiro do comboio: saída do Aeroporto, av. Senador Júlio César Leite, avenida Hildete Falcão, avenida José Carlos Silva, avenida Antonio Alves, avenida Rotary, avenida Santos Dumont (até o final da passarela), avenida Santos Dumont (até o farol), avenida Santos Dumont (entrando na avenida Rotary), avenida Beira Mar, avenida Tancredo Neves, avenida Oviedo Teixeira, Avenida Silvio Teixeira, avenida Adélia Franco, avenida Humberto Porto, avenida Luciano Monteiro Sobral (igreja católica), avenida Luciano Monteiro Sobral, avenida Adélia Franco, Avenida Silvio Teixeira, avenida Beira Mar/Otoniel Dórea/João Rodrigues/Simeão Sobral/ ponte Aracaju/Barra, retorno no trevo da Barra dos Coqueiros, mercados, avenida Beira Mar, Palácio Museu Olímpio Campos, entrada pela praça Fausto Cardoso.

Depois, as cinzas serão levadas para o Palácio Museu Olímpio Campos, na Praça Fausto Cardoso, centro de Aracaju. No local, das 13h30 até as 17h, ele ficará exposto para visitação, despedidas e homenagens da família, autoridades, amigos e admiradores.

Por causa disso, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) bloqueou o trânsito no cruzamento da rua Itabaianinha com a travessa Benjamin Constant, no trecho do Palácio Museu, durante todo o período das visitações.

Às 17h, as cinzas partem para novo cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros, passando por pontos importantes de Aracaju. A parada será na Igreja Nossa Senhora Rainha do Mundo, no Conjunto Médici, onde será celebrada uma missa solene às 18h30, que encerra o dia de homenagens.

João Alves Filho faleceu na última terça-feira (24) no Hospital Sírio Libanês, em Brasília (DF), onde estava em tratamento após sofrer paradas cardíacas. Seu corpo foi cremado na última quinta-feira (26), no Cemitério Jardim Metropolitano, em Valparaíso de Goiás, a 40 minutos de Brasília.

Com informações do site AJUNEWS I Foto: AJUNEWS

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?