COVID-19: Morre em Estância o corredor de rua e vovô do atletismo estanciano “Seu Agnaldo”.

COVID-19: Morre em Estância o corredor de rua e vovô do atletismo estanciano “Seu Agnaldo”.

O ex-corredor de rua Agnaldo dos Santos, 67 anos, faleceu na tarde desta quarta-feira (15/07) por coronavírus.

Para a equipe Estância Runners “Seu Agnaldo” nunca será esquecido dentro do pedestrianismo sergipano.

O ‘Seu Agnaldo’, sem dúvidas foi, é, e sempre será um exemplo para o esporte de Estância, para o atletismo de Sergipe. Ele vai, mas deixa um legado para todos nós”, era o vovô da nossa equipe e brincalhão, seu apelido era do homem bomba Bin Laden, mais tudo brincadeira porque nas corridas ele sempre dava uma explosão daquelas de tirar qualquer um do sério. Uma vez ele me disse que estava doente e que tinha uma bactéria em uma das pernas, nos últimos anos ele começou a parar de correr e aos poucos foi deixando as ruas de longos treinos para tratar da saúde. Um dos atletas também conhecido na cidade como Dadinho Corredor deu a tal triste notícia e ficamos todos sem palavras para descrever tamanha história do grande corredor, pai de família e de uma menina que ingressou no atletismo por seu incentivo”. disse Washington Reis, Equipe Estância Runners.

Há mais de 40 anos no atletismo, é considerado por muitos um ícone histórico dos mais importantes corredores de rua da cidade.  Agnaldo colecionava medalhas a nível regional e estadual nas categorias por faixas-etárias. Em equipe começou na Superação, posteriormente entrou na Equipe Estância de Atletismo e ZATOPEK onde se filiou a Federação Sergipana de Atletismo.

A equipe ESTÂNCIA RUNNERS manifesta imenso pesar pelo falecimento do atleta AGNALDO DOS SANTOS, popularmente conhecido como “Bin Laden ou homem bomba”. Manifestamos ainda nossa solidariedade à família, aos amigos e aos colegas do esporte. Agnaldo era apaixonado por corridas, participou diversas vezes, como atleta, da tradicional corrida de rua de São Silvestre.

Descanse em paz “Seu Agnaldo”, sentiremos sua falta na próxima São Silvestre e de todas outras que estão por vir.

A atleta Edjane Messias como outros amantes das corridas de ruas, também se manifestou sobre a morte do vovô do atletismo. Em seu facebook ela lembra das boas gargalhadas e brincadeiras durante as longas viagens fora de Sergipe.

Wellington Cabelereiro, fundador da Corrida dos Pais do bairro Bomfim e da Equipe Superação também lamentou a grande perca no atletismo.

“Um atleta expiração. Sempre me incentivou e com ele aprendi muito. Acabou  à  matéria.  Mas os bons momentos nunca será esquecido. Meus sinceros respeitos à todos familiares”. Lamentou Wellington.

A corredora Lealda da Academia Corpo e Dança disse:

“Só nós sabemos o sabor do atletismo e dos amigos que encontramos no caminho…….Caminho esse a: Chegada final”. Lembrou a atleta.

Por: Clara Reis / SERGIPE REPÓRTER (Foto: Equipe Estância Runners)

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by