Sergipe Repórter

Datafolha: Alckmin vice não muda intenção de voto em Lula

Para 70% dos brasileiros, Alckmin vice não muda intenção de voto em Lula, diz Datafolha. Entre os eleitores do presidente Jair Bolsonaro, 4% afirmam que a chapa com o ex-governador aumentaria as chances de votar no petista.

A última pesquisa para intenção de votos nas eleições de 2022 analisou a possível presença do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, em uma chapa junto com o ex-presidente Lula. Segundo o Instituto Datafolha, 70% dos eleitores dizem que a chegada do ex-governador não altera a intenção de voto no petista.

Para 11% dos entrevistados, a presença do ex-tucano diminui a chance de votar em Lula, enquanto 16% disseram que intenção aumenta e 4% não opinaram. Já para os eleitores que declaram voto no presidente Jair Bolsonaro, 4% afirmam que a chapa com Alckmin aumentaria as chances de optar por Lula e 9% dizem que diminuiriam as chances.

Nos que declararam voto em Sergio Moro, 12% dizem que com Alckmin aumentaria a chance de voto no petista e 9% o contrário. Para os apoiadores de Ciro Gomes, 13% dizem que o ex-tucano favorece a escolha de Lula e 16% opinam que diminuiria a possibilidade. Aos que escolhem João Doria como candidato, 21% dizem que considerariam a chapa Lula-Alckmin e 9% não.

Ainda segundo a pesquisa, Lula tem 48% das intenções de votos, Bolsonaro aparece com 22%, Moro com 9%, Ciro com 7% e brancos e nulos com 8%. A pesquisa foi feita entre os dias 13 e 16 de dezembro, quando foram entrevistados 3.666 eleitores em 191 cidades. A margem de erro é de dois pontos pra mais ou pra menos.

Com informações da repórter Carolina Abelin, do portal Jovem Pan.

Related Articles

Posso ajudar?