Decretos não impedem aglomerações em Estância em meio à pandemia do novo coronavírus

Decretos não impedem aglomerações em Estância em meio à pandemia do novo coronavírus

Filas com idosos se formaram na frente de bancos, sem respeito à distância mínima. Lojas de serviços essenciais abriram mais sem qualquer distanciamento social entre as pessoas.

Gente nas ruas, aglomerações em filas de banco e parte do comércio funcionando. Apesar das recomendações de isolamento social para conter a propagação do novo coronavírus, a cidade de Estância que concentra em seu comércio boa parte de pessoas da região Sul de Sergipe registrara grande circulação de pessoas em lojas de serviços essenciais mais que ficaram lotadas, contrariando determinações do governo do estado e medidas criadas pela Prefeitura de Estância no enfrentamento da Covid-19.

Ainda assim, um morador que circulava de carro pelo centro comercial de Estância flagrou diversas pessoas na rua.

Nesta quinta-feira, (09) uma força-tarefa com equipes da vigilância sanitária, policias militares do GETAM e da Guarda Municipal atuaram em diversos estabelecimentos comerciais que estariam descumprindo o decreto de calamidade pública do Governo do Estado de Sergipe, para evitar a disseminação do novo Coronavírus (Covid-19).

Em Estância ainda não houve prisões relacionadas ao descumprimento das determinações sanitárias. Nos casos denunciados, as orientações feitas pela segurança pública foram atendidas sem a necessidade de condução a uma delegacia.

Casos em Estância

Estância ainda não tem registro positivo do COVID-19 conforme o último boletim desta quinta 9 emitido pela Secretaria Municipal de Saúde.

Em uma rede social facebook um munícipe desabafa

“Vou deixar bem claro que sendo profissional da saúde mas também sendo empresário em Estância e Umbaúba! Concordo com a quarentena e o isolamento social – Por mais que isso possa me custar a falência das empresas!! Mas, já está ficando ridículo, termos parte do comércio fechado, e mesmo assim as ruas, mercados, bancos e etc. lotados de pessoas pra cima e pra baixo!! SE NÃO HOUVER CONSCIÊNCIA DA POPULAÇÃO NÃO HÁ PQ SACRIFICAR APENAS ALGUMAS EMPRESAS DA CIDADE. Se as pessoas não estão em isolamento social não há pq manter o comércio fechado”. Desabafou Leonardo Vieira.

Para denunciar o descumprimento do decreto, o munícipe pode ligar para 153, 190,181 ou para vigilância sanitária 3522-6978.

Por: Washington Reis / SERGIPE REPÓRTER (Foto: seguidores)

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by