Sergipe Repórter

Defesa Civil Nacional elabora guia sobre preparação para enfrentamento de desastres

Publicação é voltada a órgãos estaduais e municipais e explica como utilizar os alertas emitidos pelo Governo Federal

Brasília (DF) – Para facilitar a compreensão dos alertas emitidos pelo Governo Federal sobre o risco de desastres naturais em todo o País, a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) elaborou um guia prático voltado a órgãos estaduais e municipais. O objetivo é capacitar os usuários locais e auxiliar no desenvolvimento de ações e estratégias de monitoramento, preparação e resposta às situações adversas. Acesse o material neste link.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, destaca a vantagem de receber as informações sobre a possibilidade de ocorrências.

“Os estados e municípios podem mobilizar antecipadamente os profissionais e colaboradores, que deverão solicitar os recursos de resposta, socorro, assistência à população, reabilitação do cenário e, principalmente, o restabelecimento dos serviços essenciais”, explicou.

Na publicação, há detalhes de como se diferencia os tipos de informações (boletins, avisos e alertas) produzidas por meio do monitoramento das agências federais parceiras do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil, que atuam de forma articulada. São elas: Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Agência Nacional de Água e Saneamento Básico (ANA), Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) e Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad).

CONFIRA O GUIA COMPLETO EMPDF AQUI

O secretário Alexandre Lucas ressalta ainda que o guia não reduz a importância de realizar ações de monitoramento local, mas visa fomentar a articulação dos sistemas de alertas federal, estadual e municipal.

“Após o recebimento dos alertas, iniciam-se as ações de preparação a possíveis respostas de forma multissetorial e permanente”, apontou.

O Guia Prático de Utilização de Alertas do Governo Federal para Ações de Preparação para Desastres foi elaborado por meio de cooperação técnica entre o Ministério do Desenvolvimento Regional e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud Brasil).

Cenad

O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) é coordenado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do MDR e tem uma estrutura de monitoramento constante de informações sobre possíveis desastres no País, com atuação 24 horas por dia, inclusive aos fins de semana e feriados.

Qualquer registro de ocorrência deve ser realizado por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID), que reúne diversas ações e possibilita uma interação ágil, transparente e qualificada de todo o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil. Além disso, é importante manter os contatos atualizados da defesa civil estadual e municipal para receber os alertas e demais conteúdos gerados pelos órgãos federais.

Alertas para a população

A Interface de Divulgação de Alertas Públicos (Idap) é um importante instrumento de emissão de alertas de riscos de desastres e emergências à população. A ferramenta é oferecida aos estados e aos municípios para emissão de alertas via SMS, TV por assinatura e pelo Google Alertas Públicos. O cadastramento pode ser feito neste link.

Para os moradores receberem as informações, basta enviar um SMS com o CEP de interesse para o número 40199. De imediato, a seguinte mensagem confirmará o êxito da operação: “Cadastro realizado com sucesso. O celular está apto a receber alertas e recomendações de defesa civil.”. É permitido cadastrar mais de um CEP.

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?