Dom Giovanni, bispo de Estância, recebe na ALESE o título de Cidadão Sergipano.

Dom Giovanni, bispo de Estância, recebe na ALESE o título de Cidadão Sergipano.

Comenda foi entregue na manhã da última segunda-feira, 21.

Em virtude do período da pandemia do novo coronavírus, as solenidades estão sendo realizadas na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese. Na manhã desta segunda-feira, 21, o presidente Luciano Bispo, MDB, e a deputada Janier Mota , PL, entregaram o Título de Cidadão Sergipano ao bispo de Estância, o italiano Dom Giovanni Crippa.
No discurso, o homenageado relembrou a Emancipação Política de Sergipe do estado da Bahia.
“É grande a minha alegria em receber esse Título de Cidadania Sergipana no momento em que Sergipe comemora os seus 200 anos de Emancipação Política e de uma caminhada difícil, porém marcada por uma contribuição cultural, econômica e religiosa que este pequeno grande estado dá ao Brasil”, afirma.
D. Giovanni falou sobre um dos principais problemas enfrentados pela população sergipana.
“Temos ainda muitos problemas a enfrentar, sendo um dos principais, a questão do saneamento ambiental visto que grande parte da população (aproximadamente 40%) não possui esse serviço aumentando o número de mortalidade infantil. Eis um grande desafio de todos nós”, entende.
“Agradeço a generosidade de agora eu ser considerado oficialmente filho desta terra amada e a confiança em mim depositada e sinto-me feliz e cheio de gratidão porque o Título que recebo concede-me a honra de ser formalmente o que desde 2014, com a minha nomeação como bispo de Estância, me considero de fato um cidadão sergipano. A cordialidade que aqui encontrei e as amizades sinceras que conquistei, me fizeram adotar Sergipe como a minha própria terra”, complementa enfatizando as responsabilidades para exercer a cidadania com mais dedicação.
“Sergipe haverá com certeza de trilhar o caminho da paz, da democracia, da segurança e da prosperidade que o seu povo tanto merece. Muito obrigado e que Deus abençoe a todos”, finaliza o discurso.
HONRA

Janier Mota ressaltou a alegria e a honra em conceder o Título de Cidadão Sergipano a D. Giovanni Crippa.

“D. Giovani já está no coração de todos nós e esse Título vem só expressar o que já o consideramos: um grande sergipano com um trabalho importante à frente da Diocese de Estância desde 2013, se tornando bispo em 2014”, diz.
A parlamentar citou o papel do homenageado no município, desenvolvendo atividades na Pastoral da Criança, na Pastoral Carcerária, Pastoral do Surdo e Pastoral Universitária.
“Este homem continua se dedicando à obra de caridade e a guiar muitas pessoas para o caminho honesto, correto e dentro dos desígnios de Deus. Que D. Giovanni permaneça em nossas terras por muitos anos. É muito bom agora de ter como sergipano oficialmente”, afirma.
O deputado Adailton Martins (PSD), também falou sobre a homenagem ao bispo de Estância.
“É uma satisfação muito grande em estar aqui participando deste Título a D. Giovanni, pela colega, a deputada Janier Mota. Ele italiano e vem fazendo muito pelo estado de Sergipe, então vim prestigiar a entrega dessa homenagem”, reitera.

ARQUIDIOCESE

O arcebispo da Arquidiocese de Aracaju, D. João José Costa agradeceu à Assembleia Legislativa pela homenagem a D.Giovanni.
“A gente agradece à deputada Janier Mota, ao presidente Luciano Bispo e à Assembleia Legislativa por dar esse Título de Cidadão sergipano a esse homem de Deus, que embora sendo italiano, se identificou bastante com o povo sergipano e tem feito um precioso trabalho na Diocese de Estância, trazendo um grande bem para a Igreja Católica”, observa.
Além de deputados, a solenidade contou com as presenças de bispos, padres e políticos de Aracaju e de Estância.
Biografia
Viveu seus primeiros anos de sacerdócio na Itália, onde foi Animador Missionário e Vocacional, professor na Faculdade de Missiologia da Pontifícia Universidade Urbaniana e membro da Equipe de Coordenação do Departamento Histórico do Instituto da Consolata.
Giovanni Crippa nasceu na cidade italiana de Milão, em 6 de outubro de 1958. Professou os votos perpétuos no dia 13 de setembro de 1981 no Instituto da Consolata e foi ordenado presbítero no dia 14 de setembro de 1985. É doutor em História da Igreja pela Pontifícia Universidade Gregoriana.
Foi professor da Faculdade Católica, diretor espiritual do Seminário Santana Mestra, membro do Conselho Presbiteral, Conselheiro Provincial do Instituto da Consolata e Conselheiro Espiritual das Equipes de Nossa Senhora e do Encontro de Casais com Cristo. Atualmente é bispo da Diocese de Estância.
Veio para o Brasil em 2001 e morou na cidade baiana de Feira de Santana, onde se tornou vigário da Paróquia Santíssima Trindade, tornando-se pároco em 2004.
Com informações do Portal FACTUAL 1 I Aldaci de Souza, Rede Alese
Foto: Joel Luiz
administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by