Empresário Rodrigo Rocha será indiciado por homicídio qualificado

Empresário Rodrigo Rocha será indiciado por homicídio qualificado

Uma semana após a prisão do empresário Rodrigo Rocha, próximo ao rancho onde estava escondido, em São Paulo, a polícia já decidiu que vai indiciá-lo por homicídio qualificado – quando o crime reúne circunstâncias que o tornam mais grave do que já é. Ele é acusado de assassinar com vários tiros na cabeça o próprio funcionário, identificado como Jorge Alexandre Souza Santana, de 28 anos, no dia 23 de janeiro deste ano, na cidade de Lagarto.

O inquérito, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública, está próximo do fim. Segundo a assessoria de comunicação da SSP, os investigadores ainda cumprem algumas diligências – mas o desfecho do inquérito não deve ser alterado.

Rodrigo estava foragido da polícia desde o dia do crime. Sua prisão foi articulada através de uma operação policial que contou com o apoio da Polícia Militar do Estado de São Paulo. A abordagem contra Rodrigo ocorreu em um posto rodoviário em Paranapanema, cidade localizada a 269 quilômetros da capital, São Paulo. O empresário foi trazido pela polícia sergipana em um voo, no dia 23 de abril, e colocado à disposição da delegada Michele Araújo, que conduz o inquérito

A vítima

Jorge Alexandre Souza Santana era gerente de uma das empresas da família Rocha, em Lagarto. No dia 23, ele foi encontrado morto com vários tiros dentro da residência de Rodrigo Rocha. Durante a prisão, segundo a polícia, Rodrigo se manteve em silêncio. O motivo da morte do funcionário ainda não foi esclarecido, o que só deve ser detalhado em pronunciamento da SSP/SE ao final do inquérito.

Por Ícaro Novaes – Portal Infonet (Foto: Reprodução/SSP)

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by