Sergipe Repórter

Escalação: seleção brasileira terá oito mudanças contra o Equador em relação ao último jogo

A seleção brasileira encerrou, na noite desta quinta-feira, a preparação para a partida contra o Equador, pela sétima rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O duelo acontece nesta sexta, às 21h30 (de Brasília) no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Em treinamento realizado no local da partida, o técnico Tite confirmou a escalação que já havia sido esboçada no dia anterior, na Granja Comary.

Se não houver nenhum imprevisto, a Seleção irá a campo com: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Richarlison, Neymar e Gabigol.

Com dores no músculo posterior da coxa direita, o meia Everton Ribeiro mais uma vez não trabalhou com os demais jogadores. Ele foi a campo, mas fez exercícios à parte, acompanhado de um preparador físico. O jogador realizou exame de ressonância magnética, que não apontou lesão.

Thiago Silva, que se recupera de lesão muscular na coxa esquerda, também foi ao Beira-Rio, mas ficou à beira do campo. A comissão técnica da Seleção espera contar com ele para a Copa América, que começa daqui a dez dias.

A Seleção terá oito mudanças em relação ao último jogo das Eliminatórias, contra o Uruguai, há quase sete meses. São elas:

  • Alisson volta ao gol, no lugar de Éderson;
  • Alex Sandro substitui Renan Lodi na lateral esquerda;
  • Thiago Silva, machucado, dá lugar a Éder Militão;
  • Casemiro, cortado da última convocação, volta a ser titular na vaga de Arthur;
  • Fred ocupa a posição de Douglas Luiz, que está suspenso;
  • Lucas Paquetá será titular no lugar de Everton Ribeiro;
  • Neymar, que estava machucado no último jogo, substitui Gabriel Jesus;
  • Gabigol assume a titularidade do ataque, barrando Roberto Firmino.

Os únicos mantidos como titulares são Danilo, Marquinhos e Richarlison.

Na última atividade antes do duelo contra o Equador, Tite comandou um trabalho coletivo em campo reduzido, no qual fez interrupções para fazer ajustes táticos. Depois, ele organizou um treino defensivo, que não foi transmitido pela CBF TV. Por conta da pandemia de coronavírus, a imprensa segue sem poder acompanhar presencialmente aos treinos da Seleção.

O Brasil é líder das Eliminatórias, com 100% de aproveitamento após quatro jogos. Depois do duelo contra o Equador, a Seleção volta a campo na terça-feira, contra o Paraguai, em Assunção.

Por Bruno Cassucci — Foto: Reprodução

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?