Sergipe Repórter

Fogo volta a atingir almoxarifado da Santa Casa de Misericórdia de Maceió

Bombeiros identificaram que havia chamas em materiais inflamáveis, como papel e plástico

Passados dois dias do incêndio que atingiu o almoxarifado da Santa Casa de Misericórdia de Maceió, o local voltou a registrar foco de incêndio. De acordo com a tenente Juliana, do Corpo de Bombeiros (CB) de Alagoas, funcionários notaram, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (16), fumaça no local e acionaram, novamente, os militares.

Ao chegarem à localidade, os bombeiros identificaram que havia fogo em materiais inflamáveis, como papel e plástico. “Os funcionários viram fumaça e sentiram um cheiro forte. Ao abrirem o local, notaram que tinha uma reignição do fogo nos fundos do almoxarifado. Isso acontece devido à quantidade de material inflamável”, disse a tenente.

Ainda de acordo com informações dos bombeiros, foi necessário resfriar bastante o local, o que durou cerca de 20 minutos, sendo um processo demorado para garantir que o fogo não retorne.

Ao todo, oito militares participaram da ocorrência.

LAUDO

A Santa Casa de Misericórdia de Maceió informou que aguarda o laudo do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) sobre as possíveis causas do incêndio que atingiu, na noite de terça-feira (14), o almoxarifado do hospital, localizado no centro de Maceió. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

Por meio de nota enviada pela assessoria de comunicação, dentro do cronograma de obras para a construção do novo edifício garagem da instituição, o local já se preparava para ser desativado até o final de setembro.

A Santa Casa de Maceió reforça que, em nenhum momento, os pacientes e colaboradores estiveram em risco de morte, e nenhum documento foi danificado. A instituição aguarda o laudo do Corpo de Bombeiros sobre as possíveis causas do incêndio.

A unidade disse, ainda, que duas salas do seu almoxarifado foram atingidas por um princípio de incêndio que foi rapidamente debelado pelo Corpo de Bombeiros. O prédio abrigava material de escritório e fica em uma edificação sem ligação física com as unidades de internamento.

Gazeta Web.com – Foto: Marcelo Rocha

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?