Sergipe Repórter

Jovem que estava desaparecido foi executado com barras de ferro e jogado em cisterna

Nesta quinta-feira, 16, foi apresentado o resultado da investigação da morte de um adolescente de 16 anos que estava desaparecido desde o dia 10 de setembro. O suspeito do crime, que era amigo da vítima, foi preso e confessou o crime.

Segundo as informações policiais, a vítima foi executada com golpes de barra de ferro, e no interrogatório, o investigado indicou o local onde enterrou o corpo, que foi encontrado em uma cisterna com cerca de 20 metros de profundidade.

De acordo com as investigações feitas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a vítima, morava no Bairro Jabotiana, em Aracaju, e foi visto pela última vez na região conhecida como Madre Paulina, em São Cristóvão, onde teria se encontrado com um amigo.

Após buscas da mãe da vítima, o suposto amigo foi visto e tentou fugir, mas foi detido por um policial militar à paisana, que o conduziu até o DHPP.

O autor foi preso em flagrante por ocultação de cadáver e já a prisão preventiva pelo homicídio pedida à Justiça. 

*Com informações da SSP

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?