Mãe que abandonou bebê em sacola debaixo de ponte deve ser indiciada por tentativa de homicídio, diz SSP

Mãe que abandonou bebê em sacola debaixo de ponte deve ser indiciada por tentativa de homicídio, diz SSP

A mulher que abandonou o próprio filho recém-nascido próximo a ponte do Bairro Inácio Barbosa, em Aracaju, na tarde do último domingo (27), deverá ser indiciada pelo crime de tentativa de homicídio. A informação é da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que explicou, nesta terça-feira (29), que o inquérito está sendo concluído e será remetido ao Poder Judiciário nos próximos dias.

O bebê foi encontrado dentro de uma sacola sob a ponte do Bairro Inácio Barbosa, no Conjunto Augusto Franco, em Aracaju. O juiz Antônio Henrique de Almeida Santos decretou prisão preventiva da mãe ainda no último domingo, mas como a mulher é mãe de outras crianças menores de 12 anos, foi convertida para prisão domiciliar. Ela passou a ser monitorada eletronicamente.

Entenda o caso

No último domingo, um gari ouviu o choro do bebê e inicialmente achou que se tratava de um gato, mas ao se aproximar percebeu que era uma criança. Segundo ele, o local onde a criança estava foi apontado por um carroceiro que também ouviu o barulho.

“Fui pegar a bolsa e caiu a criança. Eu fiquei até sem palavras, todo mundo ficou mudo”, disse o gari, Edson de Góis, ao explicar sua reação ao suspender a sacola e encontrar o bebê. Moradores da região acolheram a criança deram banho, roupa e conseguiram leite materno para alimentá-lo, enquanto equipes de socorro chegavam ao local.

Na ocasião, a Secretaria da Segurança Pública de Sergipe informou que a mulher já havia confessado ao pai sobre o abandono da criança. E em depoimento, falou “que tinha ido ao banheiro e percebeu que a criança estava no vaso sanitário, no entanto, o bebê tinha indícios de corte do cordão umbilical e de abandono”.

Por G1 SE — Foto: Reprodução/TV Sergipe/Arquivo

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by