Maestro Claudemiro Xisto: 30 Anos de maestria e legado na centenária Lira Carlos Gomes de Estância

Maestro Claudemiro Xisto: 30 Anos de maestria e legado na centenária Lira Carlos Gomes de Estância

Os aficionados pela música foram presenteados com um espetáculo extraordinário neste domingo, 21 de janeiro, na praça Barão do Rio Branco. A centenária Lira Carlos Gomes celebrou os trinta anos de dedicação e talento do seu maestro Claudemiro Xisto dos Santos, um dos regentes mais destacados do estado de Sergipe.

A trajetória do maestro Xisto em Estância teve início em 2003, quando, durante um evento em Riachão do Dantas, ele se deparou com a Lira Carlos Gomes, então sob a regência provisória do maestro Aldo Serra. Determinado a ocupar a posição, Xisto buscou o apoio do radialista e músico José Félix, ligado ao empresário Jorge Prado Leite, além de negociar com o então prefeito Nivaldo Silva.

As referências positivas sobre a habilidade de Xisto como regente foram fundamentais para sua contratação. A prefeitura o empregou para ministrar aulas de música na lira, e Jorge Prado Leite cedeu uma residência, onde o maestro se estabeleceu com sua família. Dezessete anos depois, ele se mudou para sua própria casa no bairro Santa Cruz. Nivaldo Silva e Jorge Leite desempenharam papéis cruciais na carreira do maestro Claudemiro Xisto em Estância.

A celebração dos trinta anos à frente da Lira Carlos Gomes ocorreu na praça Barão do Rio Branco, ao lado da Catedral, reunindo um público seletivo que aplaudiu entusiasticamente o espetáculo de quase três horas. Pessoas de todas as idades ovacionaram a centenária Lira a cada número musical apresentado. Nesta data também foi comemorado o aniversário do citado maestro.

Durante essas três décadas, o maestro Xisto desempenhou um papel fundamental na formação de dezenas de centenas de jovens, muitos dos quais agora integram bandas de música, seguem carreiras solo e se apresentam em diversas regiões do país. A atuação expressiva da centenária Lira Carlos Gomes na promoção da cultura musical foi evidente ao longo desses 30 anos.

Músicos antigos, contemporâneos e iniciantes se uniram na celebração, proporcionando ao público um estado de galhardia por meio de um repertório excepcional, que incluiu mambo, salsa, dobrado, samba, forró, clássicos de Paul Mauriat e da MPB, entre outros. O cantor e compositor Marcell Veloso abrinhantou o evento com obra da sua autoria.

Vinte e cinco alunos do projeto de iniciação musical, com idades entre sete e  treze anos, do bairro Cidade Nova, com apenas dois anos de estudos, fizeram uma apresentação brilhante de clássicos da música orquestrada, destacando-se, assim, a maestria do homenageado Claudemiro Xisto.

A dedicação do maestro Xisto à Lira Carlos Gomes é tão profunda que transcende as décadas de regência. Seu comprometimento é evidenciado não apenas pelo brilhantismo de suas performances, mas também pelo legado que construiu ao inserir a próxima geração na rica tradição musical.

O aprendizado e a paixão pela regência foram transmitidos para seu filho, Danilo Xisto, que segue os passos do pai como aprendiz de regente. A tradição familiar na Lira Carlos Gomes se fortalece com o envolvimento ativo do herdeiro, prometendo continuidade e renovação para a centenária instituição.

Além disso, o maestro Xisto não limitou seu legado à família direta. Com orgulho, ele introduziu seu neto no grupo de músicos, proporcionando uma experiência valiosa e inspiradora para as gerações futuras. Essa extensão da tradição musical assegura que a Lira Carlos Gomes continue a desempenhar um papel crucial na formação de talentos e na preservação da cultura musical na comunidade de Estância.

Assim, a celebração dos trinta anos de regência não é apenas uma homenagem ao passado glorioso, mas também uma visão do futuro promissor que se desenha sob a batuta dedicada do maestro Claudemiro Xisto. Seu legado perdura não apenas nas notas musicais que ecoaram na tarde deste dia, mas também nas vidas transformadas e na continuidade da tradição que ele tanto ama.

O prefeito Gilson Andrade, acompanhado do vice-prefeito André Graça e de autoridades locais, assistiu ao evento e se regozijou com o talento dos alunos do projeto de iniciação musical da Cidade Nova, vislumbrando um futuro promissor para essas crianças. Em sua oratória, o maestro Claudemiro Xisto expressou sua gratidão pelo apoio da prefeitura durante a gestão do atual prefeito.

A Associação Musical Lira Carlos Gomes, fundada em 03 de outubro de 1879, tem como patrono o mestre brasileiro Antônio Carlos Gomes, é instituição artística, literária, recreativa e sociocultural sem fins econômicos, compromete-se há 144 anos com a difusão da arte musical, proporcionando a crianças e adolescentes o encanto pelo universo da música, atualmente presidida pelo escritor José Cruz.

Músicas apresentadas:

01 – Não posso te esquecer (I Can’t Stop Loving – Don Gibson)

02 – Serenade (Pau Mauriat)

03 – Love is blue (Paul Mauriat)

04 – Pot-pourri de fox (Billy Vaugnh)

05 – Ave Maria do Morro (Herivelton Martins)

06- Mambo Espanhola/Lamacarena (Perez Prado/Bernaudino Monterde)

07 – O dono do Circo e a malabarista ( Marcell Veloso)

08 – Desejo de amar (Eliana de Lima)

09 – Lembrancas/Lady Laura (Roberto Carlos)

10 – Pout-pourri: (Roupa Nova)

11 – Anos 60/La Bamba (Celly Campelo/Richie Valens)

12 – Estância, forró e folia (Raimunda Andrelina)

13 – Jesus Cristo (Roberto Carlos)

14 – Dobrado Brigada Jacinto (José Vieira de Barros)

Por: Genílson Máximo I Parabólica News

Related Articles