Manifestantes protestam contra o fechamento de agências do BB em SE

Manifestantes protestam contra o fechamento de agências do BB em SE

De acordo com a presidente do SEEB, Ivânia Pereira, o panorama para Sergipe não é animador

Centrais sindicais estão realizando ao longo da manhã desta sexta-feira, 29, atos de protesto em diferentes municípios de Sergipe contra o fechamento de algumas agências do Banco do Brasil no estado. Segundo o Sindicato dos Bancários (SEEB), o plano de reestruturação anunciado no início do ano pela instituição financeira irá afetar o emprego de mais de 5 mil funcionários com o fechamento de mais de 300 agências ao redor do Brasil.

Fazendo um recorte para o estado de Sergipe, o sindicato diz que na lista das agências e pontos de atendimento a serem fechados estão as localizadas nos municípios de Porto da Folha, Monte Alegre, Nossa Senhora de Lourdes, Poço Redondo, Salgado, Tomar de Geru, Pacatuba e a agência da Avenida Dr. Luís Magalhães da cidade de Itabaiana. Na capital sergipana, estão na lista a agência do Siqueira Campos e o ponto de atendimento do TRT-Aracaju.

De acordo com a presidente do SEEB, Ivânia Pereira, o panorama para Sergipe não é animador. “Só aqui em Sergipe serão 10 agências fechadas em 9 cidades, além de quererem transformar outras 7 agências em postos de atendimento”, salienta. Na visão de Ivânia, neste momento de pandemia essa medida irá contribuir para as aglomerações.

“Porque a população assistida pelo Banco do Brasil nessas cidades onde as agências irão fechar migrarão para as cidades mais próximas. E o número de empregados dessas outras agências não irão aumentar, o que causará maior tempo de espera e, consequentemente, maiores filas e aglomerações”, lamenta.

BB

Em comunicado enviado ao Portal, o Banco do Brasil informou que o conjunto de ações anunciado pela empresa buscam adequar a rede de agências ao aumento do comportamento digital de seus clientes e à necessidade de ampliar o atendimento especializado, especialmente o voltado ao agronegócios, que contará com mais 14 agências exclusivas e novos 276 gerentes de atendimento dedicados. “As ações também buscam aumentar a eficiência nas atividades da empresa, garantindo a sustentabilidade dos negócios”, salientou o banco.

bb-demissoes-750x440_b3f471ed7a4cb2a3251650.jpg

Ainda segundo o comunicado, o BB possui uma das maiores de rede de atendimento no País, com 5,4 mil agências e postos de atendimento, e ampliará sua rede de correspondentes bancários, hoje com mais de 11,1 mil pontos, mantendo sua presença nos 4.883 municípios de atuação.“Os 16,5 mil pontos de atendimento físico do BB se somam ao conjunto de soluções de atendimento digital por mobile e internet banking. Desde 2016, o BB observa significativa redução nas transações em guichês de caixa (-42%), enquanto o uso do mobile praticamente dobrou no mesmo período e já responde por 86% das transações, junto com o internet banking. A adesão aos programas de desligamento incentivado oferecidos pelo BB é de caráter totalmente voluntário”, finaliza o comunicado.

por João Paulo Schneider 

administrator

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?