Sergipe Repórter

Mensagens e arte em grafite homenageiam garota Lorrany, assassinada no Santa Maria

A manhã desta quarta-feira, 27, na Emef Papa João Paulo II, no Santa Maria, foi marcada pelo ato solene em homenagem à ex-aluna Lorrany Kethilly Santos, 6 anos, que foi assassinada por um vizinho no último dia 20, com sinais de estupro.

A homenagem, marcada por muita emoção, reuniu familiares, alunos e professores. Como forma de perpetuar a lembrança de Lorrany, que estudou na escola desde 2019, o retrato dela foi pintado com arte em grafite no muro da área externa. 

Secretária municipal da Educação, Cecília Leite participou da homenagem e comenta que o momento ainda é de muita dor pela perda de Lorrany, que era aluna da rede municipal de Aracaju e tinha todo o futuro pela frente. 

“Aproveito para reafirmar a importância de proteger os direitos de nossas crianças e o papel da educação nesse processo. Nosso apelo é que essa tragédia pare aqui, que outras crianças não tenham seus direitos desrespeitados. E temos que trabalhar juntos, família, escola e toda a sociedade para garantir o cuidado e a proteção das nossas crianças e adolescente”, enfatiza a secretária.  

A diretora da Emef Papa João Paulo II, Silvana dos Santos, conta que o ato foi um momento simbólico, independente da religião, para fazer uma oração coletiva pela aluna Lorrany. 

“A escola se solidariza com a família, com a comunidade, e se une para somar neste momento tão difícil. Aqui nós temos primos, amigos, vizinhos, mães de outros alunos que sofrem a dor dessa perda. A escola faz parte do bairro e da vida da comunidade, então não podíamos nos eximir dessa função social de estar junto neste momento”, expressa. 

Além da homenagem à ex-aluna, a solenidade teve como objetivo alertar pais e professores para proteger os direitos e a vida das crianças. “Nós sabemos que socialmente as crianças são a parcela mais vulnerável, então é fundamental que os adultos prestem atenção aos sinais, que possamos ouvir nossas crianças, seja na escola ou em casa, para evitar que outras tragédias como essa aconteçam”, ressalta Silvana. 

Com informações da AAN

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?