Sergipe Repórter

Monumento em homenagem a João Alves Filho pode ser construído, diz filha do ex-governador

A jornalista Ana Alves, filha do ex-governador de Sergipe João Alves Filho, afirmou em entrevista ao AjuNews que há a possibilidade da construção de uma estátua em homenagem ao pai, em Aracaju e no interior do estado.

A declaração aconteceu durante a exposição das cinzas do engenheiro, no Palácio Museu Olímpio Campos, na Praça Fausto Cardoso, Centro da capital, nesta segunda-feira (30).

“Existe uma possibilidade de que estão querendo fazer uma estátua, um monumento para ele. Sergipe inteiro já está se movimentando, inclusive, já falando comigo, para fazer grandes obras em homenagem a esse homem. João é merecedor de todas elas, ele escreveu história em vida. Ele escreveu e muitos vão morrer para serem reconhecidos. Existe várias homenagens em Aracaju e no interior, e até no Brasil”, disse.

Amparada, Ana também disse que o destino das cinzas do pai cabe à mãe dela e viúva de João Alves, senadora Maria do Carmo Alves (DEM), que estava muito abatida. “Vai se decidir, há uma possibilidade que as pessoas pedem para colocar o corpo dele no Rio São Francisco”.

À reportagem, Ana também elogiou o pai como político, cidadão e como figura paterna. “João me orgulha como político, cidadão, e como pai ele é inquestionável… E hoje eu tenho muito orgulho de saber que vim dele, que foi ele que nos deu essa educação, casa, simples, mas de muita responsabilidade”.

Para ela, o pai era “um visionário estadista” devido às várias obras e trabalho que deixou como legado ao povo sergipano. “João deixou um legado com o trabalho, com a honradez. Ele era um visionário estadista, porque ele mudou a vida das pessoas, ele fazia obras para que pudesse transformar as vidas das pessoas, para dar oportunidades”.

Na oportunidade, a jornalista também destacou as obras de João Alves quando foi governador e prefeito. “O nome de João, como vocês apelidaram de João do povo, deixa um legado de muito trabalho, mudança e progresso. João era o homem do futuro, progressista que mudou a vida das pessoas. Se hoje Aracaju e Sergipe crescem, foi porque João passou. Se você tirar as obras de João, das grandes avenidas, do saneamento básico, dos hospitais, das escolas, as pontes, os bairros, não existem, Aracaju não anda, nem tudo que ele fez por Sergipe”, acrescentou.

Homenagem

A cerimônia em homenagem ao ex-gestor contou com um cortejo pela cidade, recepção e terá uma missa. O cortejo começou às 12h em carro aberto do Corpo de Bombeiros e passou por pontos importantes e icônicos das gestões de João. A missa será celebrada na Igreja Nossa Senhora Rainha do Mundo, no Conjunto Médici, às 18h30, e encerra o dia de homenagens.

João Alves Filho faleceu na última terça-feira (24) no Hospital Sírio Libanês, em Brasília (DF), onde estava em tratamento após sofrer paradas cardíacas. Seu corpo foi cremado na última quinta-feira (26), no Cemitério Jardim Metropolitano, em Valparaíso de Goiás, a 40 minutos de Brasília.

Fonte: Site AJUNEWS I Foto: Larissa Barros/ AjuNews

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?