Moradores denunciam descaso em complexo turístico de Estância

Moradores denunciam descaso em complexo turístico de Estância

Moradores de Estância denunciam nas redes sociais descaso no complexo turístico do Porto d’areia. Eles alegam que a obra foi construída em março de 2015 que custou aos cofres públicos quase R$ 3 milhões de reais e que está abandonada pelo Poder Público Municipal como mostra as imagens fotografadas pelos moradores.

Na foto é possível visualizar aparelhos de academia ao ar livre enferrujados, quebrados e sem qualquer manutenção.

O local é um dos principais cartões postais da cidade que além de atrair turistas é bem utilizado pelos moradores para apresentações culturais e para o lazer. Recentemente foi eleito entre as sete maravilhas de Estância.

Alguns aparelhos faltam partes e outros estão enferrujados. De acordo com os frequentadores do local, os aparelhos estão precários e há muito tempo não recebem manutenção. Os aparelhos são fixados para atender as pessoas que não possuem condições de frequentar uma academia particular.

“Aqui habita a essência da nossa cultura junina concentrando os melhores fogueteiros do nosso município, onde a cultura do barco de fogo prevalece, precisamos manter nosso ponto turístico zelado pelo poder público municipal”. Contou um morador.

A reclamação não é recente como publicada no blog da jornalista Jussara Assunção no dia 10 de abril de 2017, dois anos após inauguração.

A obra trouxe dignidade aos moradores e virou uns dos locais mais visitados no município.

O complexo turístico de Estância foi inaugurado no dia 27 de março de 2015, e conta com uma estátua do Cristo Redentor e um Memorial a céu aberto do Barco de Fogo. Os caminhos de acesso ao Cristo foram executados sobre um piso pigmentado de concreto armado. Para a realização da obra foram investidos aproximadamente R$ 3 milhões, em recursos municipais.

Espaços verdes integram o complexo turístico com a implantação de vegetação rasteira e o plantio de palmeiras imperiais. Integra a urbanização um espaço para atividade física para adultos e crianças.

Sete Maravilhas

Recentimente a população de Estância constituída por associações, organizações não governamentais e instituições, escolheram dentre mais de vinte atrações regionais (cultural, material e imaterial), obras arquitetônicas e paisagem natural, as sete maravilhas estancianas. Esses potenciais atrativos ganharam placas explicativas e foram transformados em um roteiro turístico. Dentre esses espaços o complexo tem destaque privilegiado.

História

Situado em um bairro remanente de quilombo, o complexo circula a capela de São Pedro, um terreiro de matriz africana, o alto da Conceição com a imagem do Cristo Redentor, além de barracões de fabrico de fogos de artifício.

O local também foi onde nasceu Raimundo Souza Dantas (1923 – 2002), primeiro desembargador negro do Brasil, embaixador do Brasil em Gana e na Argentina. Também onde nasceu Mestre Paulo dos Anjos, importante capoeirista que construiu a história do movimento em Salvador e São Paulo.

VOCÊ NA REDAÇÃO

Para participar do Você na Redação, basta adicionar o número do nosso whatsapp 99822-6922 aos contatos e encaminhar textos, imagens, vídeos ou áudios. Flagrantes ou denúncias, o que considerar importante pode encaminhar para o Sergipe Repórter.

Por: Washington Reis / SERGIPE REPÓRTER (Imagens: seguidores)

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by