Sergipe Repórter

Moradores em situação de rua estão se alimentando do vicio do álcool em Estância. Um foi encontrado morto em fevereiro

Alcoolismo e drogas podem ser causa ou consequência na vida dos moradores de rua e em Estância é fácil encontrar esses grupos de pessoas com problemas no alcoolismo.

O alcoolismo e o uso de drogas são problemas frequentes entre as pessoas em situação de rua e esses problemas estão relacionados simultaneamente às causas e às consequências da condição de rua em que vivem essas pessoas como algumas que vão para a rua por problema de uso de álcool, outros que são expulsos do seu ambiente familiar porque os vínculos começam a se fragilizar e como eles estão em situação de rua, estão em situação de vulnerabilidade maior, então a droga vai entrar no lugar das ausências que essa pessoa está sentido e é sim uma triste realidade em Estância.

Um munícipe denunciou a este portal que muitos moradores em situação de rua estão reunidos em grupos, em bairros da cidade, no caso do Estádio Francão, eles ficam embaixo de uma árvore em grupo reunidos e ingerido bebidas alcoólicas.

“Uma vez eu estava passando pelo local e o colega foi até eles, um deles, estava com um fio no pescoço tentando se matar e todos os dias eles estão lá sem contar dos riscos por estarem muito vulnerável”. Alguém tem que agir. Disse a moradora.

Em fevereiro deste ano um morador de rua foi encontrado morto em torno do Estádio de Futebol Francão e que a morte estava relacionada às causas naturais mais por problemas de uso de álcool.

Dentre esses moradores em outro ponto da cidade está o ex-sanfoneiro da Banda Fauna e Flora Edgar, uma situação muita complicada. Edgar sofre com problemas de álcool, neste caso o Poder Público Municipal, amigos já tentaram de todas as formas ajudarem mais foram ignorados e infelizmente a situação é muito difícil quando chega a este ponto de negar o atendimento para um centro de reabilitação.

Ainda este mês o nosso portal vai procurar o órgão responsável para informar em números a quantidade de pessoas em situação de rua em Estância, o porque dessas pessoas estão nessa situação e quais serviços além de psicólogos o município ofertam para os moradores entre outras perguntas para que possamos entender a situação.

Por: Washington Reis I SERGIPE REPÓRTER I Foto: Seguidor @sergipereporteroficial

Related Articles

Posso ajudar?