Moradores reclamam da falta de água em bairros de Estância e SAAE responde

Moradores reclamam da falta de água em bairros de Estância e SAAE responde

Em tempo de pandemia da COVID-19, ficar sem água nas torneiras é uma contradição às regras de prevenção de combate ao coronavírus.

Sem abastecimento regular de água em suas torneiras há meses, moradores do Conjunto Cajueirinho, localizado no bairro Bomfim em Estância sofrem com a constante falta de água o que causa diversos transtornos em época de pandemia, mais segundo o SAAE – Serviço Autônomo de água e Esgoto o problema existe há anos e que já conversou com os moradores e explicou sobre o problema no local.

Para suprir as necessidades do dia a dia, os moradores precisam encher baldes e galões de água como forma de reservatórios.

OUTRO LADO – Por meio de um grupo de whatsapp, o Superintendente do SAAE, emitiu na noite deste sábado (04)/04) uma nota informando que já tem conhecimento do problema e que foi pessoalmente ao local e que jpa detectou o problema informado pelos moradores e que o mesmo já vinha conversando com o um dos moradores.

“É sabido que o abastecimento de água de Estância, há anos não consegue atender a cidade com água o dia todo nas torneiras. Isso ninguém pode negar. O sistema de abastecimento de água foi criado em 1967, iniciando sua operação em dez/1970, passou por reformas na década de 80 e depois disso, não conseguiu acompanhar o crescimento populacional. O regulamento interno do SAAE estabelece que a partir de 1994 todo conjunto habitacional ou loteamento que fossem criados deveriam ter sistema de abastecimento independente. De lá pra cá vimos surgir vários loteamentos e conjuntos sem atender ao disposto no regulamento. Vou citar aqui. Jacinto Magalhães, São Francisco, Mariota Mesquita 1ª 2ª 3ª e 4ª etapa, Bela Vista, Jardim Cléa, toda zona de expansão do botequim, toda zona de expansão do Alecrim e Carmem do Prado Leite. Não tem sistema que aguente. Mas o que a gestão atual vem fazendo para melhorar o abastecimento? – Vamos lá: substituímos 4 quilômetros de rede de amianto por PVC, melhorando a qualidade da água e diminuindo significamente as paradas para corrigir os vazamentos, substituímos a adutora do rio Piauí,  investimos R$ 238 mil reais na aquisição de novos motores e bombas, substituímos toda a camada filtrantes dos filtros das estações de tratamento de água de Estância e bairro Cidade Nova, implantamos o abastecimento de água do loteamento Vitória no bairro Alecrim, já estamos com os recursos na Caixa Econômica Federal de emendas do então deputado federal André Moura para a perfuração de poços profundos em diversos pontos da cidade e já está em licitação 6 poços profundos com recursos próprios também para aumentar o volume de água fornecido para a população, interligamos loteamento Luar de Estância ao bairro Pedro Barreto Siqueira para ajudar no abastecimento de água das localidades mais próximas, contribuindo com aproximadamente 18 metros cúbicos/hora, aumentamos o abastecimento do bairro Cidade Nova em 16 metro cúbicos/ hora, já temos um poço perfurado próximo ao Jacinto Magalhães em fase de conclusão, estamos construindo um novo reservatório no conjunto Valadares com o dobro da capacidade do que foi demolido, para atender também aos moradores da Camilo Calazans e avenida Osório Ramos, está em licitação o novo sistema de abastecimento do bairro nova, onde irá  atender o Santo Antônio, Nova esperança e outras localidades, implantamos redes de distribuição de água na rua H, próximo da Av. Osório Ramos, ampliamos a rede do cigano 2, dentre outros.  Fiz esse relato não como enfrentamento, pois não é esse o meu objetivo. Fiz para que vossas senhorias tomem conhecimento das atividades do SAAE. Minhas explicações são meramente técnicas. Sou funcionário de carreira do SAAE, aprovado no concurso de 1991. Meu objetivo é tornar o SAAE cada vez mais forte e com condições de num futuro muito próximo, atender cada vez melhor os munícipes. Coloco-me ao inteiro dispor para atender e ajudar no que for possível no que toca a captação, tratamento e distribuição de água. Meu número está neste grupo e fiquem à vontade para sugerir cobrar e reclamar. Estamos aqui para atender vocês”. Muito obrigado disse Derivaldo.

Por telefone o superintendente do SAAE nos informou que os locais que sofrem com esses problemas de oscilação do abastecimento de água estão sendo abastecidos por meio de caminhão pipa, inclusive no ponto alto do Conjunto Santo Antônio, bairro Cidade Nova. Ele alega que os serviços da companhia de abastecimento ao longo das décadas não acompanhou o crescimento da população estanciana o que de fato teve consequências que estão surgindo.

Nosso portal está a disposição no telefone 79 99822-6922 para ouvir ouvir os dois lados.

Nosso Portal x Sua assinatura é necessária

Um jornalismo profissional com identificação e compromisso com o regional que fiscaliza o poder público combate o autoritarismo e a corrupção, veicula notícias interessantes, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira.

Por: Washington Reis / SERGIPE REPÓRTER

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by