Sergipe Repórter

Mulher grávida de 7 meses morre durante exame em clínica na capital

A família da jovem Maria Michele Anselmo da Silva, que estava grávida de sete meses, busca explicações sobre a morte dela, que aconteceu na manhã desta última segunda-feira, 18, após realizar exames em uma clínica particular no Centro de Aracaju. 

Segundo relatos, a jovem deixou a residência por volta das 9h para ir até a unidade médica, mas os familiares só foram notificados do óbito pela noite, quando entraram em contato com o celular da mulher após o dia inteiro sem notícias.

“Segundo as informações, ela passou mal dentro da clínica, acionaram o Samu, e ela evoluiu para óbito. Não tivemos nenhuma notícia de nenhum dos órgãos, mas por sentir falta dela chegar em casa, já pela noite entramos em contato com o telefone dela e recebemos a notícia. O telefone estava na clínica e ninguém entrou em contato com a família”, disse o irmão de Maria Michele.

Ainda de acordo com os familiares, a clínica em questão não se pronunciou sobre o assunto e foi preciso sair em busca do corpo da vítima, que foi levado ao Serviço de Verificação de Óbito de Sergipe (SVO).

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou  à clínica cerca de 27 minutos após ser acionado para atender a jovem. 

“Ela estava com dificuldade respiratória e queixa de fortes dores, com histórico de hipertensão, obesidade. O médico e a enfermeira do SAMU realizaram os primeiros atendimentos com a instalação de oxigênio. A paciente sofreu uma parada cardíaca, foi reanimada, mas evoluiu para óbito”, foi exposto.

PorFanF1

Related Articles

Posso ajudar?