Sergipe Repórter

Mulher morta no São José é sepultada em Japoatã

Denezenas de pessoas acompanharam no final da tarde dessa terça-feira, 6, o sepultamento de Maria do Socorro Santos Filho, de 38 anos.

O corpo dela foi sepultado no município de Japoatã, na região do Baixo São Francisco, de onde ela era natural. 

Maria, o marido e a filha do casal, de cinco anos, moravam há pouco tempo em Aracaju. O homem faz hemodiálise e por conta do tratamento precisou se mudar para capital. Desentendimentos com um dos filhos dele e sua esposa também teriam provocado a mudança. 

Familiares da vítima e do seu companheiro disseram que o crime teria sido orquestrado por pessoas próximas ao casal.

Segundo eles, a discórdia teria se agravado depois que o marido teria assinado uma procuração autorizando a esposa a fazer a gestão integral do seu patrimônio.

O suspeito já foi identificado, e no momento as investigações sobre o caso seguem em execução para ouvir todos os envolvidos e elucidar mais informações sobre o crime.

Antes de morrer, Maria do Socorro passou duas horas sob a mira do assassino. 

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?