Sergipe Repórter

Polícia Civil prende dono de provedor de internet e mais dois por homicídio e ocultação de cadáver em Aracaju

Motivação do crime teria sido o furto de fiação na região do bairro América


Policiais civis da 8ª Delegacia Metropolitana (8ª DM) prenderam três suspeitos do homicídio de Thalysson Davi e da ocultação do corpo, que foi enterrado na Praia do Viral, em Aracaju. A ação policial resultou na prisão do dono de um provedor de internet da região do bairro América, Newton Carlos Fábio da Silva, e de Daniel Santos de Jesus e de Filipe Conceição Vieira. As prisões ocorreram nesta semana e o corpo foi encontrado nesta quinta-feira (26), com a presença do Instituto Médico Legal (IML), Instituto de Criminalística (IC) e Corpo de Bombeiros.

De acordo com o delegado Sérgio Ricardo, o desaparecimento foi comunicado pelo pai da vítima na Central de Flagrantes. O caso foi encaminhado para a 8ª DM, que iniciou as investigações. “Começamos a investigação no dia 11, requisitamos as câmeras da avenida Brasil, no bairro América, e pelas imagens identificamos o veículo dos autores e toda a cena em que os três suspeitos agarram a vítima à força e a levam”, detalhou.

O delegado explicou que após a análise das imagens e das diligências feitas pela equipe da unidade policial foi descoberta a motivação do crime, relacionada ao furto de cabos da empresa de Newton Carlos. “Fizemos várias diligências e descobrimos a motivação do crime e que a vítima furtava fiação de internet, sendo procurada pelos autores. Eles acharam, espancaram e levaram para o Viral, onde agrediram até a morte”, revelou.

Em depoimento, os suspeitos alegaram que foram em busca da vítima para que fosse reconhecida como o autor dos furtos. Após isso, os investigados contaram que chegaram a ir até as imediações da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em São Cristóvão, mas, que mudaram de direção em decorrência da movimentação de pessoas. Os suspeitos disseram que seguiram para o Viral, no Mosqueiro, em Aracaju, onde houve mais agressões, com chutes e pedaços de madeira, culminando na morte.

Fonte: Polícia Civil do estado de Sergipe.

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?