Portadores de Covid-19 saíram espalhando a doença por aí

Portadores de Covid-19 saíram espalhando a doença por aí

Em menos de 24 horas, dois homens infectados com coronavírus quebraram o isolamento, colocando as pessoas em risco.

O primeiro caso aconteceu em Aracaju e o outro na cidade de Cristinápolis, zona sul de Sergipe. Ambos foram denunciados pelos próprios familiares, preocupados que eles propagassem a doença. O enfermo residente na capital foi a uma agência da Caixa Econômica Federal, enquanto o de Cristinápolis pegou a moto e foi tratar de negócios na residência de um amigo.

Os familiares do paciente que mora em Aracaju foram pedir providências no Hospital Fernando Franco, localizado na zona sul da cidade. Contaram às enfermeiras que o rapaz decidiu ir à Caixa Econômica saber porque a ajuda financeira de R$ 600 ainda não havia sido depositada em sua conta. Após muito conselho, o doente prometeu que não vai mais sair de casa até ficar completamente recuperado.

Segundo servidores da Secretaria da Saúde de Cristinápolis, o portador de Covid-19 chegou do Paraná na semana passada, tendo a doença sido detectada no último domingo. Desde então, ele está em isolamento na casa da família. A sua decisão de ir à casa do amigo deixou os parentes preocupados. Por conta disso, todos estão sendo monitorados, assim como o rapaz que teve contato com o doente. Este também se comprometeu a não sair mais de casa.

Podem ser presos

Os dois doentes foram alertados para a portaria interministerial que autoriza a prisão de quem não cumpre o isolamento. O documento cita dois artigos do Código Penal: o de número 268 trata do desrespeito à determinação do poder público para impedir introdução ou propagação de doenças contagiosas e prevê detenção de um mês a um ano, e multa.  O artigo 330 trata de desobediência à ordem legal por parte de funcionários públicos, estabelece prisão de 15 dias a dois anos, ou multa.

Com informações do portal Fan/f1

administrator

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
Powered by