Sergipe Repórter

SAIU! Calendário da 1ª e 2ª parcela do 13º salário do INSS: Veja

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deverá antecipar a liberação do 13º salário aos aposentados e pensionistas a partir do mês de maio, uma vez que há um impasse na aprovação do Orçamento de 2021, em que houve a retirada de 26,4 bilhões de despesas obrigatórias que iriam para o pagamento de aposentadorias, pensões, benefícios previdenciários e trabalhistas.

Ademais, o enceramento dos cálculos de gastos regulares da Previdência Social de abril ainda deverá acontecer. Sendo assim, caso a previdência realize o fechamento da folha de pagamentos de abril, não será possível viabilizar a antecipação ainda neste mês.

A liberação do 13º salário do INSS é uma antecipação de recursos. Ou seja, não haverá um custo a mais para o governo, mas sim uma liberação antes do previsto. Os valores do 13º salário do INSS já é um valor previsto no Orçamento.

A nova fase de antecipação do 13º salário 2021 tem expectativa de movimentar R$ 50 bilhões na economia, valor esse que é superior a todo o programa do auxílio emergencial de 2021 que tem um teto máximo de R$ 44 bilhões.

Agora, o INSS se prepara para a liberação dos valores nos meses de maio e junho, sendo maio referente a primeira parcela e junho a segunda parcela.

Calendário do 13º salário do INSS

Enquanto o Orçamento para 2021 não for sancionado, o 13º salário do INSS não poderá ser antecipado pelo Instituto. Sendo assim, a liberação da gratificação natalina ficará para o mês de maio.

O cronograma de pagamentos, caso o governo não elabore um calendário específico de pagamento da parcela extra, deverá seguir o calendário habitual de pagamentos do INSS.

É importante destacar que cada benefício pago pelo INSS conta com uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos, por exemplo: 444.444.449-4. O número a ser observado será o penúltimo, desconsiderando o dígito, nesse caso sendo o 9.

Ademais, é importante destacar se o benefício é de um salário mínimo ou acima dele. Os que ganham até um salário mínimo recebem antes. Em seguida, o valor é liberado para quem recebe mais.

Veja, a seguir, o calendário de pagamentos tanto para o pagamento habitual da parcela como possível calendário da antecipação do 13º salário.

Benefícios com valor de até um salário mínimo

Final Maio – 1ª parcela do 13º Junho – 2ª parcela do 13º
1 25/mai 24/jun
2 26/mai 25/jun
3 27/mai 28/jun
4 28/mai 29/jun
5 31/mai 30/jun
6 01/jun 01/jul
7 02/jun 02/jul
8 04/jun 05/jul
9 07/jun 06/jul
0 08/jun 07/jul

Benefícios com valor acima de um salário mínimo

Ademais, o enceramento dos cálculos de gastos regulares da Previdência Social de abril ainda deverá acontecer. Sendo assim, caso a previdência realize o fechamento da folha de pagamentos de abril, não será possível viabilizar a antecipação ainda neste mês.

A liberação do 13º salário do INSS é uma antecipação de recursos. Ou seja, não haverá um custo a mais para o governo, mas sim uma liberação antes do previsto. Os valores do 13º salário do INSS já é um valor previsto no Orçamento.

A nova fase de antecipação do 13º salário 2021 tem expectativa de movimentar R$ 50 bilhões na economia, valor esse que é superior a todo o programa do auxílio emergencial de 2021 que tem um teto máximo de R$ 44 bilhões.

Agora, o INSS se prepara para a liberação dos valores nos meses de maio e junho, sendo maio referente a primeira parcela e junho a segunda parcela.

Calendário do 13º salário do INSS

Enquanto o Orçamento para 2021 não for sancionado, o 13º salário do INSS não poderá ser antecipado pelo Instituto. Sendo assim, a liberação da gratificação natalina ficará para o mês de maio.

O cronograma de pagamentos, caso o governo não elabore um calendário específico de pagamento da parcela extra, deverá seguir o calendário habitual de pagamentos do INSS.

É importante destacar que cada benefício pago pelo INSS conta com uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos, por exemplo: 444.444.449-4. O número a ser observado será o penúltimo, desconsiderando o dígito, nesse caso sendo o 9.

Ademais, é importante destacar se o benefício é de um salário mínimo ou acima dele. Os que ganham até um salário mínimo recebem antes. Em seguida, o valor é liberado para quem recebe mais.

Veja, a seguir, o calendário de pagamentos tanto para o pagamento habitual da parcela como possível calendário da antecipação do 13º salário.

Benefícios com valor de até um salário mínimo
Final Maio – 1ª parcela do 13º Junho – 2ª parcela do 13º

1 25/mai 24/jun
2 26/mai 25/jun
3 27/mai 28/jun
4 28/mai 29/jun
5 31/mai 30/jun
6 01/jun 01/jul
7 02/jun 02/jul
8 04/jun 05/jul
9 07/jun 06/jul
0 08/jun 07/jul

Benefícios com valor acima de um salário mínimo
Final Maio – 1ª parcela do 13º Junho – 2ª parcela do 13º
1 e 6 01/jun 01/jul
2 e 7 02/jun 02/jul
3 e 8 04/jun 05/jul
4 e 9 07/jun 06/jul
5 e 0 08/jun 07/jul

Fonte: Notícias Concursos

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?