Sergipe Repórter

Sergipe registra 10 mortes por Influenza H3N2

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou nesta quinta-feira, 30, 10 óbitos causados pela Influenza no estado. Os óbitos confirmados nesta quinta são de idosos com comorbidade.

“Alguns óbitos já estavam em investigação e veio a confirmação de Influenza A H3N2, os outros óbitos não foram subtipados, ou seja, eles são de influenza A, mas ainda não sabemos se são do subtipo H3N2. O perfil dos óbitos são de idosos com comorbidades (hipertensos, cardiopatas asmáticos)”, disse a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa.

A secretária conta que a maioria dos atendimentos realizados nos hospitais são de pacientes que apresentam sintomas leves da doença. “Desde o início falamos que a maioria dos casos apresentam sintomas leves, 90% dos atendimentos que tem nos hospitais são de sintomas gripais leves, que é atendido, tratado e referenciado para casa, sob observação ou sob orientação de, se casos se agravar, retornar. Nós temos que começar a separar isso, a síndrome respiratória aguda grave necessita de uma internação, a síndrome gripal leve pode ser acompanhada na Unidade Básica de Saúde e monitorada dentro do próprio domicílio”, reforça.

A primeira morte provocada pela doença em Sergipe também foi confirmada esta esta semana. Uma mulher de 36 anos, moradora de Aracaju. Ele era portadora de bronquite asmática e morreu no dia 20 deste mês.

Com informações da SES

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?