Sergipe Repórter

Sindicato dos radialistas de Sergipe emite nota de repúdio contra Jair Bolsonaro

Os sindicatos que representam os jornalistas e radialistas de Sergipe, assim como as Federações Nacionais de ambas categorias, emitiram notas de repúdio após os ataques do presidente da República, Jair Bolsonaro, contra o repórter da Rede Fan de Comunicação, Marcos Couto.

O profissional acompanhou o desembarque de Bolsonaro no Aeroporto de Aracaju, durante a manhã desta quinta-feira, 28, e ao questioná-lo sobre os gastos do Governo Federal na ordem de R$ 15 milhões com leite condensado, o presidente respondeu atacando o repórter e toda imprensa sergipana com as seguintes palavras: “é para enfiar no rabo dos jornalistas…”. A resposta do presidente incitou os seus apoiadores, que em grande quantidade no aeroporto, também ofenderam o jornalista, criando um ambiente hostil e perigoso para a imprensa.

A Central Única dos Trabalhadores, em Sergipe, também publicou nota em solidariedade ao repórter Marcos Couto e a imprensa sergipana. “Como chefe do Executivo, Bolsonaro tem a obrigação de responder à imprensa e garantir transparência na sua atuação política, bem como prestar contas a respeito da utilização de verba pública, arrecadada para retornar à população através de serviços públicos nas mais diversas áreas. O uso da verba pública é assunto da imprensa”, pontuou em comunicado no seu site.

Bolsonaro esteve em Sergipe para inaugurar a ponte localizada na BR-101, no município de Propriá, interligando os estados de Sergipe e Alagoas. Após a cerimônia de entrega da ponte, o presidente chegou a fazer uma visita no município da Barra dos Coqueiros e, em seguida, embarcou no avião do Governo Federal e retornou para Brasília/DF.

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?