Sergipe Repórter

Traficante internacional de drogas preso em Aracaju é recambiado pela PC e GTA para o RN

Procurado pela Interpol foi preso na última sexta-feira (25)

Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), com o apoio operacional do Grupamento Tático Aéreo (GTA), recambiaram, nesta terça-feira (29), o preso Samuel Jacomé de Oliveira, 40, para o Rio Grande do Norte, de onde estava foragido. Ele foi detido na praia de Aruana, na Zona de Expansão de Aracaju, na última sexta-feira (25). 

Samuel estava na lista da Interpol – Organização Internacional de Polícia Criminal. Ele estava vivendo em Sergipe com documentos falsos e, no momento da prisão, estava alcoolizado e apresentou resistência à ação policial. O foragido estava sendo procurado internacionalmente por tráfico de drogas, sendo a prisão decorrente do apoio prestado à Polícia Civil do Rio Grande do Norte por meio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), em operação contra crimes de repressão qualificada. 

De acordo com a investigação, Samuel, quatro irmãos, duas irmãs e o pai, são braços de um grande traficante de drogas e atuam internacionalmente no crime. Após a expedição de mandado de prisão por tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico, a polícia potiguar solicitou apoio ao Cope que apurou que Samuel vivia há dois em território sergipano, contudo, sem estabelecer domicílio.

Segundo a investigação, o traficante se apresentava com nomes diferentes e vivia em ostentação com festas regadas a muito álcool, mulheres e até celebridades sergipanas em casarões na zona sul de Aracaju, região onde foi identificado, localizado e preso na tarde da última sexta-feira.

De acordo com o delegado do Cope, Hilton Duarte, a prisão do traficante foi possível graças a informações enviadas pela Polícia Civil do Rio Grande Norte para Sergipe sobre o paradeiro do foragido.

“No histórico criminal do foragido consta uma prisão no Estado de São Paulo com 450 quilos de maconha. Também é atribuída a ele a liderança de uma fuga de um presídio”, explicou Hilton Duarte. Atualmente, Samuel é apontado com um dos traficantes que trazem entorpecentes do Paraguai para o Rio Grande do Norte.

A Polícia Civil de Sergipe está aprofundando as investigações para saber se Samuel estava cometendo crimes no Estado ou se estava apenas escondido na capital sergipana. 

Fuga com hélice de ventilador

Em 2013, Samuel e mais 11 detentos fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP) da cidade de Patu, na região oeste do Rio Grande do Norte. O detalhe é que eles conseguiram cavar um túnel usando uma hélice de ventilador.

Meses depois, a polícia paulista prendeu o Samuel transportando da capital paulista para o Oeste do Rio Grande do Norte a quantidade de 450 quilos de Maconha. Ele cumpria pena no CDP de Patu (RN) por tráfico de drogas em São Paulo. 

Os policiais paulistas após a prisão, entraram em contato com a Polícia do Rio Grande do Norte para confirmar a identificação do suspeito.

Com informações da SSP/SE

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?