Sergipe Repórter

Vereador Artur do PT pede que cabines de imprensa e pista de atletismo do Estádio Francão tenham suas denominações.

O Vereador Artur do PT de Estância apresentou durante sessão da câmara no dia 08 de junho de 2021 mais um requerimento solicitando a Superintendia de Esportes de Sergipe – Mariana Dantas que inclua na nova repaginação do Estádio Estadual Governador Augusto Franco ‘francão’ em Estância os nomes do jogador João Pedro dos Santos e do radialista João Muniz de Freitas nas cabines de transmissões de rádio e do ex-atleta Agnaldo dos Santos na pista de atletismo.

O autor do requerimento justifica que nas dependências do estádio possui diversas salas e que não são denominadas e que nessa nova reforma inclua os nomes dessas figuras que na comunicação e no esporte fizeram história em Estância e em Sergipe.

O Estádio Francão está prestes a ser reformado fruto de uma emenda parlamentar do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD-SE) no valor de quase R$ 1,5 milhões.

Artur ainda destacou que as denominações reforça a história em memória daqueles que contribuíram parta a imprensa e o esporte de Estância e do estado de Sergipe.

Radialista João Muniz

Aposentado da Rádio Esperança, onde atuou por quase toda a vida, ultimamente produzia e apresentava o programa ‘No Mundo do Esporte’, através da Rádio Comunitária Mar Azul FM, também de Estância.

Deficiente visual, destacou-se pela memória privilegiada, segundo afirmou o jornalista e radialista Magno de Jesus, com quem trabalhou, durante cinco anos, na Esperança. “Muniz foi meu professor no microfone”, confessou.

Dedicou-se a ouvir rádio e, em especial, noticiários esportivos da Esperança, onde iria trabalhar – inicialmente como repórter e, mais tarde, como âncora de resenhas esportivas – levado por Vanderlei Silva.

Jogador João Pedro

Há 30 anos um jovem atleta sergipano, chamado João Pedro e que deixou a sua Estância em busca de um sonho, faleceu tragicamente em 4 de abril de 1990, vítima de um infarto fulminante durante uma partida do Sport Club do Recife, em Timbaúba, contra o Estudantes, válida pelo campeonato estadual. Juscelino dos Santos, irmão do jogador, garantiu que João Pedro – campeão pernambucano em 1988 e da Copa União (Brasileirão) de 1987 e com ida praticamente acertada para o Porto de Portugal – declarou que a morte pode ter sido consequência de um erro médico.

Após velado na Ilha do Retiro, o corpo veio para Estância, ficando exposto no salão da loja maçônica ‘Piauitinga’, a fim de que familiares, amigos e conterrâneos dele se despedissem, antes do sepultamento no cemitério local.

Três meses depois, na noite do dia 31 de julho de 1990, foi realizado um amistoso em Estância, no estádio Governador Augusto Franco (Francão), entre Estanciano Esporte e Sport, com renda revertida para a família de João Pedro. 

Filho de Cosmo dos Santos e Maria Helena Marcolino dos Santos, João Pedro nasceu em 24 de junho de 1966 e iniciou a carreira no juvenil do Santa Cruz de Estância, tradicional clube do interior sergipano, pentacampeão estadual nos anos 60 e primeiro campeão profissional, hoje afastado das competições oficiais.Em 1986, ainda júnior, deixou o Santa Cruz de Estância-SE, transferindo-se para o Sport, onde ficou até 1990, quando precocemente faleceu. Quem o descobriu foi o treinador Nereu Pinheiro (recentemente falecido), das categorias de base do Sport, numa viagem a Sergipe, para observar alguns jogadores do Confiança. Ao assistir ao jogo contra o Santa Cruz, entusiasmou-se com a atuação de João Pedro, indicando a sua contratação.

Atleta Agnaldo dos Santos

O ex-corredor de rua Agnaldo dos Santos, 67 anos, faleceu em 2020 por coronavírus.

Para a equipe Estância de Atletismo ‘Bikers e Runners’ “Seu Agnaldo” nunca será esquecido dentro do pedestrianismo sergipano.

Há mais de 40 anos no atletismo, é considerado por muitos um ícone histórico dos mais importantes corredores de rua da cidade e do Estado de Sergipe.  Agnaldo colecionava medalhas a nível regional e estadual nas categorias por faixas-etárias e no geral. Em equipe começou na Superação, posteriormente entrou na Equipe Estância de Atletismo e ZATOPEK onde se filiou a Federação Sergipana de Atletismo para participar da Corrida de São Silvestre.

Popularmente conhecido como “Bin Laden ou homem bomba”. Agnaldo dos Santos batizou também a tradicional Corrida Cidade de Estância e foi um dos incentivadores fundamentais no crescimento da equipe que permanece até os dias atuais. Agnaldo era apaixonado por corridas, participou diversas vezes, como atleta, da tradicional corrida de rua de São Silvestre, Corrida de Athenas no Rio entre outras fora de Sergipe. Era um viciado em corridas de ruas, tento que deixou sua maior marca no esporte, fazer de sua filha uma atleta que logo nos primeiros treinos conseguiu vencer a Maratoninha da Corrida Volta do Cristo em Estância.

Recentemente o vereador Artur do PT també, pediu a Superintêndencia de Esportes de Sergipe a pavimentação, emborrachamento e padronização da pista do Estádio Francão como a instalação de uma base da Policia Militar, Guarda Municipal para os Bombeiros Civis.

WASHINGTON REIS I SERGIPE REPÓRTER I Foto: Arquivo Pessoal

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?