Sergipe Repórter

Vítima de desabamento de prédio em BH era músico e vocalista de grupo de pagode

Além dele, morreu a bebê Antonela, de 1 ano e 8 meses, neta da companheira do músico. Velório dos dois será na tarde desta quarta-feira. Outras três pessoas ficaram feridas no acidente no bairro Jaqueline.

Uma das vítimas do desabamento de dois prédios na madrugada desta terça-feira (7) no bairro Jaqueline, na Região Norte de Belo Horizonte, André Luiz Alves Claudino era músico, vocalista de banda de pagode e estava retornando as agendas de shows.

Dez pessoas da mesma família estavam no prédio de três andares que desabou parcialmente, incluindo a bebê Antonela, que tinha 1 ano e 8 meses, e André, de 35 anos, companheiro da avó da criança, que morreram no local.

  • Compartilhe esta notícia no WhatsApp
  • Compartilhe esta notícia no Telegram

O velório das duas vítimas será nesta quarta-feira (8), às 13h, no cemitério Belo Vale, em Santa Luzia. O sepultamento será às 15h.

Antonela estava em prédio que desabou em BH. Ela tinha 1 ano e 8 meses. — Foto: Arquivo pessoal

Antonela estava em prédio que desabou em BH. Ela tinha 1 ano e 8 meses. — Foto: Arquivo pessoal

Três pessoas tiveram ferimentos e as outras cinco saíram ilesas do acidente.

Desabamento de prédios mata bebê e homem em BH

André Luiz trabalhava em uma loja de autopeças no bairro São Benedito, em Santa Luzia, e à noite era vocalista do grupo PDA.

“Retomamos a agenda de shows e estávamos cheios de planos para 2022. Para a gente foi um baque essa notícia”, disse o líder do grupo PDA, Felipe Maciel Teixeira, mais conhecido como Felipinho.

A banda vai completar um ano em janeiro de 2022 e é fruto do projeto “Pagode dos Amigos”, roda de samba que reunia vários cantores e compositores, em bares da região de Contagem.

André Luiz e o grupo PDA — Foto: Divulgação

André Luiz e o grupo PDA — Foto: Divulgação

Foi fazendo uma participação em uma das rodas de samba do projeto que André conheceu a turma e foi convidado para integrar a banda.

“Ele sempre foi muito correto com as coisas da banda”, completa Filipinho.

Há três meses eles gravaram o single “Algema”, do produtor carioca Eric Resende, que seria a primeira música de trabalho do grupo. A ideia era lançar o samba mês que vem, na festa de um ano da banda.

“Em nome do grupo PDA gostaria de confortar o coração dos amigos e familiares. André queria realizar todos os sonhos junto com a gente. Vamos continuar trabalhando para realizar esses sonhos, seguir em frente por ele”, disse Filipinho.

Tudo Nosso

André Luiz participou também do grupo Tudo Nosso Samba — Foto: Reprodução/Redes Sociais

André Luiz participou também do grupo Tudo Nosso Samba — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Antes de entrar para o grupo, André Luiz fazia carreira solo. Criado em Santa Luzia, o músico também foi vocalista da banda Tudo Nosso Samba.

De acordo com ele, André ficou no grupo por um período de 3 anos, antes de tentar carreira solo. “Fizemos vários shows e gravamos um clipe no Chalezinho. O Tudo Nosso foi uma escola para ele”, afirma Ed.

Prédio desabou em BH nesta madrugada — Foto: TV Globo

Prédio desabou em BH nesta madrugada — Foto: TV Globo

‘Perdi uma joia’

Pela manhã, o pai de André, Laércio Claudino, deu entrevista à TV Globo em que disse que mora em Santa Luzia, na Região Metropolitana, e foi para o local do acidente assim que recebeu a notícia.

Por Zu Moreira, TV Globo

Related Articles

Posso ajudar?