Sergipe Repórter

Washington e Laiane: “A gente só teve contato uma vez”, foi no hospital que nasceu nosso relacionamento.

Parece história de filme ou novela, mas foi o que aconteceu em Aracaju com o coordenador técnico de defesa civil de Estância Washington Reis e a jovem Laiane Nascimento da cidade de Japoatã.

Laiane Santos Nascimento, 26 anos e Washington Reis de Santana, 39 anos, estavam se conhecendo ainda a distancia pelo facebook mais no dia 18 de agosto de 2019 ele sofreu um grave acidente de moto em Estância e teve que amputar o pé.

Washington foi operado no Hospital de Urgência de Sergipe no dia seguinte e após uma semana, um dos cirurgiões Dr. Clarindo Vascullar entrou em contato com Laiane pelo facebook e informou para Laiane sobre o acidente de Washington, que ele havia sofrido um grave acidente mais que a cirurgia foi bem sucedida.

Laiane que morava em Japoatã saiu de sua casa e foi ao encontro de Washington em um dos leitos que ele estava internado e lá que começou sua história que parece ser de filme.

Mesmo acamado Washington Reis segurou firme sua namorada e ela passou todos os dias e noites dentro do hospital por mais de 20 dias. No dia de sua alta hospitalar pensando que iria pelo menos para a sua cidade Japoatã conversar com seus pais sobre seu namorado, Laine teve uma surpresa. Ao sair do hospital Washington disse a ela que o seu destino era a cidade de Estância e que posteriormente iria explicar tudo aos pais de Laiane. Ela mesma sem acreditar na ousada atitude de seu namorado, mesmo assim aceitou e foi morar em Estância.

Chegando à Estância permaneceram juntos na casa de uma tia de Washington (professora Lurdes) até que o mesmo tivesse alta da equipe médica ‘Melhor em Casa’ da prefeitura de Estância que trata de pacientes acamado domiciliar e logo os dois foram para a casa de Washington no bairro Cidade Nova e ficaram juntos. Até hoje os dois tem sido guerreiros no enfrentamento as barreiras que ainda encontram pelo caminho. Washington descobriu que após um ano e oito meses de seu acidente uma esteomielite no osso do fêmur operado e luta há quase seis meses por uma vaga para fazer uma nova cirurgia e tratar a bactéria que pode durar meses. Já em clima de uma nova morada hospitalar e com mais tempo do que o anterior o casal já se prepara para enfrentar novamente outra batalha até a recuperação total de Washington.

“Laiane foi uma mulher que Deus colocou em minha vida, foi um projeto de Deus. Imagina só que situação qual eu estava passando. Sofri o acidente e Deus me deu uma companheira para tomar conta de mim, para me ajudar a superar e enfrentar os problemas que uma acidentando tem após passar por diversas cirurgias ainda superar a morte do meu primo daquele trágico acidente de 2019. Ela me ajudou muito no processo de recuperação e até hoje é que cuida de mim. As vezes a noite sofro com algumas câimbras e dores na região da perna e ela me dar toda a assistência – Outra coisa boa em nossa vida foi a minha filha Thawanny Reis, elas se conheceram e hoje tem um carinho enorme uma com a outra e isso me fez bem”. Disse Washington.

“Ele também me ajudou muito com sua experiência, carinho e dedicação”. Sempre combinamos juntos quando vamos fazer algo. Conhecemos-nos pelo facebook e após um mês recebi a noticia de seu acidente. Fui para o hospital e chegando lá a gente se conheceu pessoalmente e dai o sentimento ficou mais forte e agora estamos juntos nessa nova história de superação e amor. Comentou Laiane.

Self no Hospital de Urgência de Sergipe

“Na noite do acidente ele havia falado comigo minutos antes e quando amanheceu entrei em contato, mandava mensagem e nada. Quando acordei e vi que ele não respondia minhas mensagens, achei estranho. Até que a cunhada dele me mandou uma mensagem e explicou o que estava acontecendo”. diz ela. 

O casal está junto há quase dois anos.

Decidido após sair de cama Washington foi até a Japoatã conhecer pessoalmente a família de Laiane, se apresentou para a família da menina e conseguiu entrar. “Quando entrei e o vi senti um impacto. Posso dizer que gostei dele logo de primeira, mesmo com toda a situação, ele estando todo machucado em uma maca na emergência do hospital”, afirma Laiane. 

“Não teve cenário romântico, mas um amor imenso” resume.

Washington ainda se recuperado do acidente, mas hoje, o casal comemora o segundo Dia dos Namorados juntos. 

“Nós estamos muito felizes, não sei explicar. Ele é uma pessoa maravilhosa. Depois de ter entrado no HUSE aquele dia minha vida mudou. Eu me apaixonei por ele, o dia que o vi todo arrebentado no hospital”, finaliza.

Foto: Arquivo Pessoal

Related Articles

Abra aqui
Posso ajudar?