Bombeiros Civis apresentam lei municipal e reivindicam a contratação dos profissionais de Estância no Verão Sergipe e Carnaval.

Bombeiros Civis apresentam lei municipal e reivindicam a contratação dos profissionais de Estância no Verão Sergipe e Carnaval.

Bombeiros Civis de Estância e região estiveram na tarde desta terça-feira, 6 no Auditório da Câmara Municipal de Estância para reivindicar a Prefeitura de Estância por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo que a empresa contratada pelo estado junto com o gestor municipal se sensibilizem e contratem os profissionais do município para atuarem.

Eles alegam que faltou dialogo com os bombeiros civis de Estância e que ficaram surpresos quando até a presente data não foram chamados para trabalhar. Eles atuam principalmente no Carnaval do Abais há 10 anos protegendo e salvando vidas, prestando os primeiros socorros, na prevenção e combate a incêndio e outras atividades na área de segurança contra incêndio e pânico.

Durante a reunião convocada pelo presidente da câmara Dr. Cristóvão Freire e todos os vereadores o Secretário da ABCESE – Associação dos Bombeiros Civis de Sergipe – Elias Andrade comentou e detalhou sobre a criação de um projeto de lei no âmbito municipal dos profissionais bombeiros civis.

Washington Reis que coordena o Grupamento B79 – Bombeiros de Estância lamentou o ocorrido e pediu a todos os vereadores em caráter de emergência uma reunião com o executivo e a Secretária Municipal de Cultura Lidiane Nobre para que os mesmos independentemente do governo patrocinar as bandas e estruturas se sensibilizarem e contratar os profissionais da cidade.

O Verão Sergipe está bombando mais os corações dos bombeiros civis de Estância estão tristes por não estarem inseridos no carnaval que tanto se dedicaram em prol da prevenção e do atendimento.

“Não estamos aqui tentando criar uma imagem de conflito entre gestores municipal e estadual e sim cobrando do prefeito Gilson Andrade e do Vice André Graça que nossos profissionais de Estância atuem não somente no carnaval como em todas as festas públicas e o outro ponto importante é que nos eventos promovidos por empresas e setor público o órgão que libera festas em Estância solicite aos realizadores a contratação desses profissionais e por isso a importância da nossa lei municipal – Sobre o que estamos falando nas redes sociais, emissoras de rádios de Estância e capital e televisão são apenas sugestões – Tem muitas cidades aqui da região que promovem eventos sem qualquer projeto de incêndio, sem sinalização, sem ambulância e sem os bombeiros civis e só vão se atentarem quando acontecer o pior e isto é irresponsabilidade quando você promotor de eventos particular ou publico colocam pessoas dentro de um fechamento sem projeto algum – Diante disso vamos pedir uma audiência no Ministério Público para que convoque essas organizações e orientem sobre a segurança contra incêndio e pânico, a falta de ambulância e o atendimento pré-hospitalar e por fim, sugrimos aos secretários que ao realizar suas reuniões sobre carnaval e festas importantes que envolva os profissionais, estes serem convidados a participar porque se eles fazem parte do projeto devem estarem cientes de todos os projetos de incêndios, das edificações em que vão atuar”. Disse Washington Reis, que também é Tecnólogo em Segurança no Trabalho.

Elias que estava representando a Associação de Bombeiros Civis do Estado de Sergipe (ABCESE) falou do direito da regulamentação da profissão no âmbito municipal para combater o desemprego nas indústrias, grandes mercados entre outros com importante fluxo de pessoas, riscos e suas áreas.

Uma luta pelo direito coletivo, pois os bombeiros civis é um direito classista e social já que liga a várias famílias.

Vereador Isaías Nego Bia foi bastante sensível a causa e disse que também estará nessa luta. O Vereador Evandro da Praia foi solidário a causa e pediu a secretária Lidiane Nobre, presente na câmara a contratação dos profissionais e Vereador Flávio Brasil lamentou a falta de dialogo e a não contratação para o carnaval.

Na reunião o Presidente da Câmara Dr. Cristóvão Freire, o vereador Kaique Freire líder do governo disse que vai agendar uma reunião para analisar o apelo dos profissionais junto a Secretária de Cultura e Prefeito Gilson Andrade. A Secretária de Cultura Lidiane Nobre esteve presente durante todo a sessão mais não comentou sobre a contratação.

O prefeito Gilson Andrade durante sua fala na tribuna da câmara não cumprimentou os profissionais e não comentou nada sobre o assunto.

O Vereador Sandro de Bibi ressaltou a importância dos Bombeiros Civis e disse que o pedido será analisado com carinho.

Também estiveram presentes o Presidente da ABCESE – Lima, bombeiros civis representando as cidades de Santa Luzia do Itanhy, Indiaroba, Umbaúba, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Aracaju, além da imprensa local.

Por: WASHINGTON REIS / Foto: ABCESE

Related Articles